Quer Morar no Canadá? Então conheça 10 ótimas opções de Cidades Para Morar no País

País situado ao norte dos Estados Unidos, o Canadá é um dos importantes componentes da esfera de nações norte-americanas. Sendo o segundo país com maior território do mundo, apenas perdendo para o território Russo, possui muitas qualidades e vantagens que o fazem um dos países mais queridos por pessoas que pretendem morar no exterior.

Infelizmente se você não é um fã de clima frio, talvez outras opções possam fazer mais sentido pois o Canadá possui um dos territórios mais gélidos de todo o planeta. Mais da metade do país fica coberto de neve e gelo por boa parte do ano. Apesar disso, o Canadá também é um país recorde em qualidade de vida, índice de empregabilidade e vantagens sociais para os imigrantes sendo considerado um dos países mais acolhedores principalmente para brasileiros que vão à trabalho.

Sendo assim, reunimos aqui uma lista de cidades classificadas como as melhores cidades para se morar no Canadá, levando em consideração qualidade de vida, nível de desemprego e renda por família. Confira a seguir.

As 10 melhores cidades para se viver no Canadá

Difícil dizer com certeza quais são as melhores cidades para se viver no Canadá, isso porque o país conta com regiões extensas que vão do Oceano Atlântico no Leste até o Pacífico, no Oeste, garantindo uma variedade de territórios, climas, temperaturas, cores, biodiversidade, etc.

Categorizamos a seguir uma lista com 10 cidades competidoras do ranking de melhores cidades para se morar mas, apesar disso, cabe a você decidir qual das cidades é a melhor pois todas possuem destaques, defeitos e características únicas que podem fazer apaixonar, ou desgostar um pouco. Confira:

Waterloo: Localizada na província de Ontario a cidade possui 105 mil habitantes e não é considerada uma das maiores cidades do país, tendo em vista o clima pitoresco e muito caseiro e natural que o ambiente todo demonstra.

A cidade possui uma população de origem alemã, o que inspira a arquitetura de boa parte das casas, além de muitos elementos culturais como o Oktoberfest, festival de cerveja e comida germânica que chama mais de 700 mil pessoas à cidade todo ano.

Aqui existem grandes centros educacionais, com duas das melhores universidades do país, uma forte indústria tecnológica, que alimenta a região além de temperaturas de extremismo tanto no verão, que é quente e ensolarado, como no inverno frio, úmido e ventoso.

Lévis: Essa aqui é para os amantes do frio. A cidade de cerca de 144 mil habitantes também não é nenhuma capital e conta com nevascas que podem durar mais de sete meses. Muitos adoram a localização pelo por-do-sol que é muito bonito, e os parques e reservas naturais da região onde é possível fazer bushcraft, caminhadas ou passeios nos rios.

North Vancouver: Parte da grande Vancouver, megalópole divida em diversas regiões separadas por rios e lagos, essa cidade se destaca pela quantidade de natureza presente em meio a casa, ruas e avenidas.

Como parte de uma das regiões mais civilizadas e populosas do país, é uma cidade para quem gosta de centros urbanos com natureza. Uma dos pontos mais importantes para visitar é a Lonsdale Avenue, avenida construída como centro turístico que carrega uma grande capacidade cultural de centros históricos e construções preservadas.

Além de tudo o clima aqui é muito mais ameno e agradável, com verões ensolarados mais úmidos, variando entre máximas de 25 e mínimas de 15 graus. No inverno o frio não aparece com tanta intensidade e a variação de temperatura fica dos 0 aos 10 graus.

West Vancouver: Se você procura por uma localização mais cara e bem arrendada em questão de classe social, West Vancouver é um dos locais ideais. Sendo parte da grande Vancouver, a ilha fica isolada do continente e pode ser acessada por um terminal de linhas de barco, que é uma das atrações do local.

Além disso, a cidade possui passeios históricos em praças com calçadões enormes, além de muita vista para a água, com arquitetura fina e espaço para passeios de barco. Com relação a temperatura as estações são bem definidas mas em nenhum momento alcança climas extremos.

Blainville: Localizada na província de Quebec, a cidade possui cerca de 60 mil habitantes e está localizada a alguns minutos de carro de Montreal. Além de ser uma das cidades melhor classificadas no quesito “criação de filhos”, é ainda muito bem colocada em qualidade de vida e estatísticas de habitação.

Possui muitos centros esportivos e recreativos, sendo um dos atrativos da cidade. Aqui o inverno pode chegar a temperaturas bem baixas com presença de neve, e o verão não passa dos 25.

Boucherville: Se tornou uma cidade muito recentemente, sendo parte integrante da província de Quebec, e pode ser considerada um destaque em questão de natureza e beleza geográfica. O clima varia bastante e é composto de invernos frios e chuvosos e um verão ameno.

St. Albert: Com 66 mil habitantes e um território pequeno, relativamente falando, a pacata cidade de St, Albert é um local muito interessante para quem é um amante da arte graças à quantidade grande de memoriais, museus e casas de artistas que moraram na região. Além disso, a cidade possui uma forte herança indígena local, o que melhora a situação de quem se interessa por um pouco de história.

Oakville, Ontário: Já classificada dentro do conceito de cidade grande, Oakville é uma imensa habitação com quase 200 mil habitantes. Aqui o melhor que se tem a oferecer são os muitos, e eu digo muitos, festivais culturais gratuitos a toda a população, indo desde apresentações de Jazz, até festivais de incentivo cultural para descoberta de novos talentos, sediado ali todos os anos.

Burlington, Ontário: Sede do maior jardim botânico do Canadá, a pacata cidade de Burlington está presente na região de Ontário, fazendo parte de uma das mais populosas áreas do país, onde fica um dos centros industriais mais importantes, abrangendo mais de 8 milhões de pessoas nas diversas cidades espalhadas pela região.

Ottawa, Ontário: E para fechar com chave de ouro nada menos do que a Capital do país, com quase um milhão de habitantes, Ottawa. Aqui estão os centros políticos do país, centros históricos e artísticos de grande importância, assim como uma indústria modernizada e competente.

Conta com o maior nível educacional do Canadá, com universidades importantes e centros de pesquisa e cultura. Infelizmente a cidade também conta com um dos climas mais extremos em ambas estações com quase 30 graus de máxima no verão e temperaturas negativas no inverno.

Patrícia Fischer
Revisora e Editora na WebGo Content. Trabalha também com Tradução. Apaixonada por palavras, vê nos livros seu grande ponto de fuga. Fã indiscutível de heavy metal, mas com um carinho especial por k-pop. Ama tornados, café, chuva e tatuagens.

Deixe seu comentário