FIES reabre inscrições para vagas remanescentes: veja aqui!

O Fies é conhecido por ser um dos programas mais concorridos no Brasil para quem quer estudar e ter um ensino superior de qualidade não só no currículo, mas também para melhorar sua condição de vida por meio do estudo.

As vagas do FIES são conhecidas por serem super concorridas, principalmente de acordo com cada tipo de inscrição. Uma delas são as vagas remanescentes, que podem abrir a possibilidade para demais estudantes se candidatarem.

Foi divulgado essa semana a abertura das mesmas. Veja abaixo como funciona o processo e fique por dentro das atualizações.

Fies reabre inscrições para vagas remanescentes: como funciona?

Fies reabre inscrições para vagas remanescentes: como funciona?

Aqueles que tem interesse no Fies poderão acessar hoje mesmo (dia 26), mais informações diretamente no site do programa, começando o processo de inscrição de vagas remanescentes. As vagas remanescentes são aquelas em que não foram ocupadas durante o processo seletivo conhecido como regular, seja pela desistência dos candidatos que foram pré selecionados ou devido a falta de documentação do contrato de financiamento, como é um dos casos.

Causado por falhas no sistema, o processo de inscrição foi suspenso mas teve seu prazo ampliado. Os estudantes que fizeram sua inscrição não serão prejudicados.

O calendário do FIES atualizado ficou da seguinte forma:

  • 26 e 27 de outubro: apenas alguns candidatos da área de conhecimento considerada prioritária (em casos de saúde, engenharias, licenciaturas e também ciências da computação);
  • 28 de outubro até 3 de novembro: os candidatos que não estão matriculados em nenhum tipo de instituição de ensino superior;
  • 28 de outubro até 27 de novembro: para aqueles candidatos que tenham o interesse de financiar as mensalidades no curso e no turno que já estão matriculados atualmente.

Dessa forma, procure ficar de olho nas datas, na forma de fazer sua inscrição diretamente no site específico do FIES, além de saber de forma completa sobre quais são os documentos para efetivar o processo.

Como funciona o FIES?

O Fies é conhecido por ser um dos programas do governo para ajudar com que pessoas com condições mais “limitadas” possam adentrar em instituições de ensino superior, isso porque por meio desse financiamento, uma boa parte da mensalidade será paga pelo governo, sendo paga posteriormente pelo estudante já formado.

Assim, caso o estudante já esteja empregado, o valor acumulado será descontado diretamente da sua folha de pagamento ou caso possua uma empresa, de seu salário.

Em caso de não ter as condições necessárias para continuar o pagamento, será necessário informar o FIES para verificar a possibilidade de que sejam suspensos os pagamentos.

O estudante que estiver cadastrado pelo FIES terá um fiador específico para que em caso de não pagamento, seja responsabilizado pela quitação dos documentos em aberto.

O processo de escolha dos estudantes que podem utilizar o FIES é feito por meio de uma análise socioeconômica, da qual verifica a renda familiar e demais condições, separando assim quem poderá usufruir do programa.

Vagas remanescentes FIES: Como funciona?

As vagas remanescentes do FIES são aquelas que não foram preenchidas durante o processo conhecido como regular. Assim, é conhecida por ser uma seleção mais compacta, sem que exista uma grande quantidade de financiamentos, oferecendo uma oportunidade para quem quer obter o benefício.

O processo costuma acontecer após a finalização das vagas, demorando algum tempo para serem colocadas para preenchimento. Se você já se inscrever no FIES anteriormente, terá que fazer o preenchimento novamente de todos os dados ali existentes, preenchendo corretamente seus dados sobre sua situação socioeconômica.

O critério para escolha dessa vez é feito pela ordem de chegada, e não especificamente o desempenho do Enem. Dessa forma, procure se inscrever o quanto antes para garantir sua inscrição.

Outro ponto importante de destaque é que não há uma nota de corte estabelecida, portanto, não interessa quantos pontos o candidato tenha, desde que esteja dentro dos principais requisitos básicos de participação.

Para que o candidato possa se inscrever nas vagas remanescentes, ele terá que:

  • Ter feito alguma das edições do Enem a partir de 2010, alcançado um desempenho compatível com a pontuação mínima que foi estabelecida no edital específico;
  • Comprovar a renda familiar de até três salários mínimos por pessoa – no caso só é permitido a seleção regular de até cinco salários mínimo, no caso da remanescente, apenas três.

Por isso, fique atento sobre as inscrições e não perca essa oportunidade única de cursar um curso superior de qualidade.

Marcela Mazetto
Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Deixe seu comentário