Nova empresa aérea cria 600 vagas de trabalho nos estados brasileiros; inscrições abertas

A companhia rodoviária Itapemirim anunciou a abertura de 600 vagas de trabalho para atuação no mais recente empreendimento que, como foi anunciado em fevereiro deste ano, será no ramo de transporte aéreo. 

Há meses a empresa vinha se organizando para entrar no mercado dos voos comerciais, onde vai ser lançada com o nome de Ita Transportes Aéreos e deve fazer as primeiras decolagens em março do próximo ano. 

Agora, tratando da parte de recursos humanos, a Ita vai precisar contratar 67 funcionários por aeronave, tanto para trabalhar durante as viagens, quanto em terra firme, segundo o presidente da companhia, Rodrigo Vilaça. 

A previsão é de que a nova companhia aérea receba ainda em 2020 pelo menos três aviões. E depois outros sete. Ou seja, para a primeira fase da inauguração dos serviços, a empresa deve contar com uma frota de dez aeronaves modelo Airbus A320. 

A Agência Nacional de Aviação Civil está analisando o projeto da ITA que, logo mais, deve estar presente em quatro aeroportos com o serviço de conexão para passageiros de Guarulhos (SP), Galeão (RJ), Brasília (DF) e em alguma cidade nordestina. Até então, o local exato não foi decidido.  

A previsão de crescimento da empresa é animadora. Ao todo, deve vender passagens partindo de 16 aeroportos brasileiros. De acordo com Vilaça, a Ita está sendo criada a partir de um histórico positivo, sem pendências judiciais. A expectativa é de que o negócio alavanque e que em 2023 a empresa esteja operando com 56 aviões. 

Processo Seletivo 

As inscrições estão sendo feitas pelo site da Ita Transportes Aéreos. Lá é preciso cadastrar o currículo. As vagas serão preenchidas dentro do período de 12 meses, nas seguintes áreas: 

   ⇒ Operação de voos 

Comandantes; 

Copilotos; 

Comissários; 

Despachante operacional de voo (DOV). 

  ⇒ Aeroportos 

Gerente de aeroporto; 

Supervisor de aeroporto; 

Agente de aeroporto. 

   ⇒ Manutenção de aeronaves 

Técnico de manutenção Jr; 

Técnico de manutenção Pl; 

Técnico de manutenção Sr; 

Inspetor de manutenção; 

Técnico de planejamento; 

Técnico de trouble shooting MCC; 

Supervisor de trouble shooting MCC; 

Coordenador de trouble shooting (MCC). 

 

Ludmila Catharina
Uma jornalista de 23 anos, nascida e criada no quadradinho. Encantada por literatura e todas as formas de comunicação. Atualmente, ocupo o papel de estudante, mais uma vez, fazendo especialização em comunicação organizacional e estratégias digitais.

Deixe seu comentário