Valor do lucro FGTS para 2020 está liberado; Veja como sacar

O Governo Federal anunciou o pagamento em conta do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Trabalhadores que têm vínculo com o seguro empregatício devem acessar a conta para saber o valor do auxílio, que se refere aos rendimentos do ano passado. 

De acordo com a Caixa Econômica Federal, o FGTS lançou 66,23% do lucro de 2019 para os beneficiários, totalizando em R$7, 5 bilhões. Conforme previsto em lei, é preciso distribuir ao menos 50% do valor do Fundo.  

No ano passado, o valor pago aos trabalhadores ainda era relativo ao montante de 2018, quando o Governo pagou 100% do que havia em conta, ação que deixou a rentabilidade da conta na margem dos 6% à época. 

Com isso, o rendimento do fundo referente a 2019 foi elevado para 4,9%. Baseado neste número serão feitos os pagamentos para agora. Segundo informações da Caixa, são 167 milhões de contas, ativas e inativas, que devem receber o pagamento. O valor médio a ser depositado nas contas corresponde à média de R$45. 

Confira os rendimentos: 

Valor em conta referente a 31 de dezembro de 2019  Soma dos rendimentos       de 2019: 

 Correção monetária 3% a.a.  +  lucro de 1,84%  

Lucro de 1,84% que será pago em 31 de agosto 
R$ 1.000  R$ 48,40  R$ 18,40 
R$ 5.000  R$ 242  R$ 92 
R$ 10 mil  R$ 484  R$ 184 
R$ 20 mil  R$ 968  R$ 368 
R$ 50 mil  R$ 2.420  R$ 920 
R$ 100 mil  R$ 4.840  R$ 1.840 

 Saque digital 

Usando o aplicativo da Caixa Econômica é possível fazer o saque digital do valor do Fundo de Garantia do trabalhador que tiver direito ao benefício. 

Basta que o usuário seja cadastrado ou faça o cadastro usando os dados pessoais como CPF e informe o e-mail e data de nascimento. 

Em seguida, na data de liberação do saque, é só fazer a transferência do valor para uma conta que pode ser da Caixa ou não. A transação do benefício fica isenta de taxas bancárias. 

Outra forma de ter acesso ao valor é pelo próprio site da Caixa. Lá será necessário informar quase os mesmos dados que no aplicativo. Se não possuir uma senha cadastrada, é preciso criar uma conta no sistema usando o CPF. Esta opção é dada na mesma página do site. 

Recebi em 31 de dezembro, tenho direito agora? 

Se o trabalhador teve acesso ao FGTS até 31 de dezembro do último ano deve receber a quantia correspondente a que possuía naquela data. E quem sacou o benefício depois do dia 31 continua com o rendimento. Isso porque o pagamento que está acontecendo agora se refere aos valores lucrados até o fechamento de 2019. 

 

Ludmila Catharina
Uma jornalista de 23 anos, nascida e criada no quadradinho. Encantada por literatura e todas as formas de comunicação. Atualmente, ocupo o papel de estudante, mais uma vez, fazendo especialização em comunicação organizacional e estratégias digitais.

Deixe seu comentário