Estava empregado em 2018 e 2019? Saiba mais sobre o abono salarial do PIS

Esta semana o Governo Federal liberou os saques correspondentes ao abono salarial do PIS/PASEP para aquelas pessoas que trabalham no ano de 2019 e 2018, sendo assim possível sacar, destinado para aqueles que ainda não fizeram o respectivo saque.

Segundo o texto divulgado de liberação, essas retiradas poderão ser realizadas conforme o mês do aniversário. Os nascidos entre os meses de julho, agosto, setembro e outubro, poderão fazer o saque agora mesmo, enquanto no mês de novembro, um novo lote será liberado – mais precisamente no dia 17.

Para que o trabalhador tenha direito aos valores, será necessário atender a alguns requisitos, como ter recebido em média até dois salários mínimos mensais.

O valor que será pago pode chegar até um salário mínimo correspondente a 2020, variando também de acordo com o tempo de trabalho. Caso a pessoa tenha trabalhado o ano todo, receberá um salário mínimo. Mas, se trabalhou 6 meses, por exemplo, receberá proporcional 6/12, e assim respectivamente.

Quais são as pessoas que podem sacar o abono?

Quais são as pessoas que podem sacar o abono?

Tem direito ao saque aqueles que:

  • Trabalhador que trabalhou com carteira assinada por pelo menos 30 dias entre 2018 ou 2019;
  • O trabalhador que ganhou no limite de dois salários mínimos mensais, em média;
  • Quem estava inscrito no PIS/PASEP por pelo menos cinco anos. É necessário que a empresa em que se tenha prestado os serviços tenha informado os dados de forma correta no sistema do governo.

Calendário de saque: veja aqui

A Caixa divulgou que o saque do abono que for referente a 2019/2020, poderá ser feito contando a partir do calendário de pagamento do abono salarial de 2020/2021. Em ambos, poderá retirar o valor até o dia 30 de junho de 2021.

Veja abaixo o calendário de saques conforme o mês de nascimento dos beneficiários do PIS, incluindo o número de inscrição no PASEP:

  • Aqueles nascidos em julho: recebem a partir de 16 de julho de 2020;
  • Aqueles nascidos em agosto: recebem a partir de 18 de agosto de 2020;
  • Aqueles nascidos em setembro: recebem a partir de 15 de setembro de 2020;
  • Aqueles nascidos em outubro: recebem a partir de 14 de outubro de 2020;
  • Aqueles nascidos em novembro: recebem a partir de 17 de novembro de 2020;
  • Aqueles nascidos em dezembro: recebem a partir de 15 de dezembro de 2020;
  • Aqueles nascidos em janeiro: recebem a partir de 19 de janeiro de 2020;
  • Aqueles nascidos em fevereiro: recebem a partir de 19 de janeiro de 2021;
  • Aqueles nascidos em março: recebem a partir de 11 de fevereiro de 2021;
  • Aqueles nascidos em abril: recebem a partir de 11 de fevereiro de 2021;
  • Aqueles nascidos em maio: recebem a partir de 17 de março de 2021;
  • Aqueles nascidos em junho: recebem a partir de 17 de março de 2021.

Mas, como sei que tenho saldo?

Quais são as pessoas que podem sacar o abono?

É preciso que antes de se empolgar, o trabalhador saiba se possui o saldo disponível para realizar o saque. É possível que se faça a consulta das seguintes formas:

PIS – Para trabalhadores de empresa privada

  • Por meio do app da Caixa Trabalhador;
  • Por meio do site da Caixa (www.caixa.gov.br/PIS), clicando na opção “Consultar pagamento” por meio do telefone de atendimento da Caixa, que é: 0800 726 0207.

Pasep – Para servidores públicos

  • Pelos telefones da central de atendimento do Banco do Brasil: 4004-0001 (disponível para capitais e regiões metropolitanas);
  • Disponível também no 0800 729 0001 (para demais cidades) e 0800 729 0088 (especificamente para deficientes auditivos).

Dados em atraso

Para aqueles trabalhadores que tiveram seus dados declarados na RAIS de 2019 fora do prazo estipulado, mas até o dia 30 de setembro de 2020, o recebimento do benefício ficará disponível contando a partir do dia 4 de novembro de 2020, conforme disponível pelo calendário de pagamento.

Aqueles que tiverem a regularização enviadas pelos seus empregadores depois do dia 30 de setembro e até o dia 12 de junho de 2021, só poderão receber o valor correspondendo no próximo ano.

Por isso a importância de verificar corretamente sobre o envio de documentos, sobre o seu perfil e sempre fazer a verificação com a empresa se está tudo dentro dos conformes.

Continue sempre nos acompanhando para receber novidades quando o assunto é o abono salarial de 2020 e 2021 e fique por dentro.

Marcela Mazetto
Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Deixe seu comentário