Bolsa Família libera empréstimo de até R$15 mil para MEI

 Bolsa Família é um programa criado em 2004 para realizar transferência direta de renda, beneficiando assim milhões de famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza do Brasil. Situação de pobreza é quanto a renda por pessoa da família está entre R$89,01 e R$178 mensais e de extrema pobreza são aquelas família em que a renda por pessoa não ultrapassa os R$89 mensais.

Agora o Bolsa Família lança uma nova linha de crédito para os Microempreendedores Individual (MEI) de baixa renda, portanto sem condições de investir no seu negócio. A intenção é auxiliar essas famílias aumentando a renda através da abertura de microempresas para realizarem seus serviços e comércio de diversos produtos. 

Os bancos podem disponibilizar um valor que varia entre R$300 e R$15 mil de empréstimo. As condições de pagamentos e taxa de juros também variam conforme o banco e o acordo firmado. 

É importante frisar que caso o negócio se torne bem sucedido, o microempreendedor individual deve solicitar desligamento do Bolsa Família, pois não cumprirá as exigência financeiras necessárias. E, caso o negócio não prospere e decrete falência, o microempreendedor poderá solicitar novo recebimento do benefício, já que não possui mais a renda.

Bolsa Família libera empréstimo para MEI
Bolsa Família libera empréstimo para MEI

Quem pode solicitar o empréstimo?

Para se inscrever no programa Progredir, o solicitante deve ser um MEI com Cadastro Nacional de Pessoa Física (CNPJ) e com negócio formalizado. O Progredir é uma modalidade que libera linhas de créditos, vinculado ao Bolsa Família, para permitir MEI de baixa renda abrir ou expandir seu negócio.

Essa nova linha de crédito tem uma aprovação mais rápida e juros menores. Vale ressaltar que todo o dinheiro captado deve ser destinado diretamente no investimento do negócio. Portanto não poderá ser usado para pagar dívidas ou comprar itens pessoais. 

Como solicitar o empréstimo?

Após realizar abertura do MEI, o solicitante deve se inscrever no Cadastro Único (CadÚnico), setor responsável pelas solicitações de programas sociais vinculados ao Governo Federal. Em seguida, deve ser feita a inscrição no programa Progredir

Para efetuar inscrição basta disponibilizar alguns dados pessoais como nome, CPF, endereço e idade que serão encaminhados para análise no banco. Por fim, será determinado as condições e valores de empréstimo conforme cada caso. 

As informações podem ser enviadas via internet, através do portal do Ministério do Desenvolvimento Social, portanto diversos bancos poderão analisar o perfil do solicitante e elaborar propostas de crédito.

Requisitos

É preciso seguir algumas regras para poder obter o empréstimo, as quais podem variar de uma instituição bancária para outra. Veja os principais requisitos para solicitar o empréstimo MEI vinculado ao Bolsa Família:

  • Ser maior de 18 anos;
  • Possuir conta aberta na Caixa Econômica Federal;
  • Ser um Microempreendedor Individual (MEI);
  • Não ter restrições de inadimplência em órgãos de proteção ao crédito;
  • Ser cadastrado no CadÚnico e Bolsa Família;
  • Realizar um cadastro no Programa Progredir.

 

Deixe seu comentário