Calendário do Bolsa Família de novembro é liberado: veja aqui mais informações

O benefício já conhecido de muitos brasileiros é o Bolsa Família, responsável por distribuir renda para brasileiros que estão em situação de pobreza ou de extrema pobreza, correspondendo assim a uma distribuição de renda em nosso país.

Todos os meses são liberados os calendários de pagamento do benefício, sendo assim útil para quem quer se programar para o recebimento, adiantando ou verificando demais contas.

Veja aqui mais sobre o calendário do mês de novembro, como funcionará esse pagamento e demais questões que precisa saber. Fique por dentro.

Calendário do pagamento do Bolsa Família de novembro

Calendário do pagamento do Bolsa Família de novembro

São mais de 13 milhões de famílias que recebem o benefício e são atendidas pelo Bolsa Família, sendo assim, feito o repasse de forma mensal. Para que você possa verificar esse pagamento, é necessário saber o número final do seu NIS – Número de Identificação Social, veja abaixo o calendário:

  • 17 de novembro – número NIS de final 1;
  • 28 de novembro – número NIS de final 2;
  • 19 de novembro – número NIS de final 3;
  • 20 de novembro – número NIS de final 4;
  • 23 de novembro – número NIS de final 5;
  • 24 de novembro – número NIS de final 6;
  • 25 de novembro – número NIS de final 7;
  • 26 de novembro – número NIS de final 8;
  • 27 de novembro – número NIS de final 9;
  • 30 de novembro – número NIS de final 0.

É preciso lembrar que o valor de R$300 é aquele referente ao auxílio emergencial residual do Governo Federal, sendo assim a segunda parcela do benefício será distribuído até o mês de dezembro.

Para aqueles que recebem o Bolsa Família no valor acima de R$300, voltará a receber o valor normal que é referente ao Bolsa Família desde o mês de setembro.

Quais são as pessoas que podem participar do Bolsa Família?

Bolsa família

As famílias que estão em condição de pobreza ou de extrema pobreza são aquelas que podem requerer o programa, assim, é preciso compor algumas características específicas da composição familiar.

As famílias consideradas extremamente pobres são aquelas que possuem renda mensal de no máximo R$89 por pessoa. Enquanto isso, as famílias pobres são aquelas que possuem renda mensal entre R$89,01 até R$178,00 por pessoa.

Aquelas que estão enquadradas como pobres podem participar do programa, mas, é preciso ter em sua composição gestantes e/ou crianças entre 0 até 17 anos.

Dessa forma, para que a família possa se candidatar ao Bolsa Família, será necessário ter sua inscrição ativa no Cadastro Único (CadÚnico), que é utilizado para fiscalizar ou fazer a distribuição dos Programas Sociais do Governo Federal. É necessário que os dados ali presentes estejam atualizados no mínimo por dois anos.

Caso você esteja dentro das regras já ditas acima, basta procurar pela prefeitura de sua cidade e assim, realizar seu cadastro. No setor que realiza a distribuição do Programa Bolsa Família, você terá todas as orientações necessárias para saber como proceder em cada caso.

É importante sempre manter os dados atualizados, de forma a informar à prefeitura em caso de qualquer mudança, seja de telefone de contato, de mudanças da família, nascimento de novos entes, morte de alguém, em caso de casamento, de separação ou também de adoção.

Esse cadastro é conhecido como um dos pré requisitos, mas, é preciso saber que mesmo que você possua cadastro ali, isso não quer dizer que será incluído no programa. As famílias que são selecionadas para participar do Bolsa Família são escolhidas por meio do Ministério da Cidadania.

Caso queira saber se foi incluído no Programa, veja aqui a lista completa de quais são as famílias beneficiadas pelo mesmo, ou, procure pelo órgão responsável pelo Programa na prefeitura do local em que mora.

Esse benefício é conhecido por ser um sustento e talvez a única forma de muitas famílias conseguirem se manter, principalmente em tempos econômicos difíceis. Se você sabe que pode se cadastrar, não perca tempo e verifique no local mais perto de você como realizar sua inscrição.

Marcela Mazetto
Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Deixe seu comentário