Como conseguir empréstimo pelo MEI? Conheça as principais alternativas

O Microempreendedor Individual (MEI) foi criado em 2008 com objetivo de facilitar o empreendedorismo e fomentar a economia, tanto com a abertura de novas empresas, quanto na formalização de autônomos e trabalhadores informais. Em 2020, o programa atingiu o número de 10 milhões de brasileiros inscritos.

Para se enquadrar como MEI, o trabalhador precisa preencher os requisitos abaixo:

  • Faturar no máximo R$81 mil ao ano;
  • Contratar apenas um colaborador;
  • não ser sócio de outras empresas;
  • exercer uma das atividades relacionadas pela Resolução 140/2018;
  • pagar mensalmente a Declaração de Arrecadação Simplificada (DAS).

Além disso, o MEI pode solicitar um empréstimo financeiro através das diversas opções presentes no mercado, através dos  bancos e financeiras que exigem diferentes condições e taxas de juros, por exemplo.

Também é necessário informar a finalidade do uso do dinheiro. Ele somente pode ser utilizado para alavancar as atividades exercidas,  por exemplo: para pagamento de fornecedores, compra de equipamentos e insumos ou para reorganizar financeiramente a empresa.

Empréstimo MEI

Documentos essenciais para empréstimo MEI

Cada instituição financeira tem suas regras e documentos obrigatórios para apresentar na solicitação de um empréstimo. Segue abaixo uma lista com os itens indispensáveis para concessão de crédito:

  1. RG e CPF;
  2. Comprovante MEI, emitido pelo Portal do Empreendedor;
  3. Comprovante de residência de no máximo 3 meses atrás;
  4. Dados bancários;
  5. Comprovante de renda (extrato bancário ou Imposto de  Renda)

Como solicitar o empréstimo MEI?

Para conseguir o empréstimo, é necessário checar as opções disponíveis nas diversas instituições financeiras e preencher os pré requisitos solicitados. Segue abaixo o passo a passo das etapas para adquirir o crédito:

  1. Apresentar a proposta de empréstimo, indicando o objetivo e como usará o valor angariado;
  2. Completar a ficha com documentos pessoais e informações financeiras;
  3. Análise de crédito para definir valores, prestações e tempo do empréstimo;
  4. Aprovação já com depósito do montante na conta;
  5. Pagamento em dia das parcelas até quitação do boleto.
Como solicitar emprestimo MEI

Opções de empréstimo para MEI

Para encontrar a melhor opção de crédito, o microempreendedor deve fazer uma boa pesquisa nas diversas instituições financeiras, a fim de escolher a melhor oferta financeira para a empresa. Basicamente existem duas linhas de crédito para o MEI: o capital de giro e o microcrédito.

O capital de giro é um empréstimo parcelado sendo que a primeira parcela poderá ser paga em até 90 dias, dependendo da instituição, com prazo de pagamento em até 54 vezes. Nesse modelo a taxa de juros varia entre 1% e 3%. O capital de giro não serve apenas para abrir uma nova empresa ou evoluir uma existente, mas também para evitar dívidas e atrasos de pagamentos.

Já nas linhas de microcrédito, para que o valor seja liberado, se faz necessário que o MEI apresente para a instituição onde os recursos serão aplicados, a situação atual da empresa, além das metas e resultados a partir do empréstimo. Nesse modelo, há um limite de valor disponível de até R$20 mil, o prazo para pagamento costuma ser menor e as taxas são alinhadas conforme planejamento do projeto da empresa.

Felipe Calbo
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo atuante na chamada "massa de mídias", trazendo mais um braço da pluralidade de opinião em detrimento do mito da imparcialidade.

Deixe seu comentário