Quer se graduar em universidade federal? Entenda as formas de ingresso

Muitos jovens têm o sonho de estudar nas universidades federais. Além da diversa gama de cursos que é oferecida, não há despesa com mensalidade e o diploma é bem visto no mercado de trabalho. Além do vestibular tradicional, o estudante pode ingressar com o Programa de Avaliação Seriada ou com o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 

No entanto, ser aprovado para entrar em uma universidade pública pode exigir muito estudo. Os alunos que conseguem a aprovação das federais costumam se dedicar diariamente, por horas.  

A concorrência exige mais preparo ainda se a intenção for entrar em cursos como medicina, direito e engenharia civil. Além do conteúdo extenso cobrado nas avaliações, os interessados disputam, às vezes, pouquíssimas vagas.  

Enem Pas Vestibular

Como ingressar com a avaliação seriada? 

A avaliação seriada acontece em etapas, onde são feitas três provas. Cada uma delas acontece no fim do ano letivo dos alunos da primeira, segunda e terceira classe do ensino médio.  

É considerada uma das formas mais simples de se ingressar em uma universidade federal, pois o conteúdo cobrado nas avaliações é sempre vinculado às matérias que foram ministradas em sala de aula, no decorrer dos respectivos anos. 

Outro ponto importante é que a avaliação seriada é conhecida por oferecer um teste mais equiparado aos candidatos. Apesar das escolas particulares serem reconhecidas, em sua maioria, por terem um ensino de mais qualidade, a prova aplicada é ampla, elaborada para estudantes de todas as instituições. Assim, a avaliação é padronizada e não pode cobrar além daquilo que está previsto pelo Ministério da Educação (Mec). 

Só permitido participar desta seleção os alunos que estiverem matriculados em algum dos três últimos anos da fase escolar. E se acontecer de o aluno não realizar alguma das três provas terá a nota final prejudicada. 

É preciso lembrar que nem todos os estados da União participam da avaliação seriada. As universidades federais de cada região do Brasil adotam uma nomenclatura diferente, veja: 

  • Brasília: Programa de Avaliação Seriada (PAS) 
  • São Paulo: Processo Seletivo Contínuo (PSC) 
  • Goiás: Sistema de Avaliação Seriado (SAS) 
  • Juiz de Fora: Programa de Ingresso Seletivo Misto (PISM) 
  • Uberaba: Programa de Ingresso por Avaliação Seriada (PIAS) 
  • Montes Claros: Programa de Avaliação Seriada para Acesso ao Ensino Superior (PAES) 
  • Diamantina: Processo Seletivo de Avaliação Seriada (SASI) 
  • Maranhão: Processo Seletivo de Acesso à Educação (PAES) 
  • Pará: Programa de Ingresso Seriado (PRISE) 
  • Pernambuco: Sistema Seriado de Avaliação (SSA) 
  • Piauí: Programa Seriado de Ingresso à Universidade (PSIU) 
  • Pelotas: Programa de Avaliação da Vida Escolar (PAVE) 
  • Ponta Grossa: Processo Seletivo Seriado (PSS) 
  • Santa Maria: Programa Experimental de Ingresso ao Ensino Superior (PEIES) 

Os alunos do ensino médio que quiserem realizar as provas para qualquer uma dessas universidades federais precisam acompanhar, pela internet, a abertura do próximo processo seletivo. Cada uma funciona de forma individual, portanto as datas para inscrição variam. 

Como ingressar com o Enem? 

Na situação de concorrente, pode se inscrever no Enem qualquer pessoa, independentemente da idade, que tenha concluído o segundo grau escolar, e que não possua nenhuma graduação de ensino superior. 

Mas se a intenção for apenas conhecer a prova, a pessoa pode se inscrever antes de concluir o ensino médio, na situação de treineiro.  

Está previsto que o Enem 2020 seja última edição do exame de acordo com a Matriz de Referência. Desde 2009 o Mec não a alterava, mas para o próximo ano haverá mudanças. A finalidade é ajustar o conteúdo para que fique alinhado às mudanças do novo ensino médio.

O material da Matriz de Referência é extenso e é necessário que os candidatos se programem para estudar. As próprias inscrições para o exame sempre acontecem com muita antecedência. Dessa vez, por exemplo, se encerraram no dia 27 de maio.  

Com a pandemia do novo coronavírus, foi decidido que as provas do Enem 2020 serão aplicadas de duas formas. À distância para os treineiros, nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021. E presencialmente só para os concorrentes, nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021. Quem tiver interesse em se preparar para essa prova deve ficar atento às atualizações do Ministério da Educação. 

Como ingressar com o vestibular? 

É a maneira mais tradicional de entrar em uma universidade pública. Cada uma delas vai aplicar a própria prova mediante edital único. Apesar disso, o conteúdo pode ser semelhante e a maioria aplica os testes em duas fases, onde a primeira aborda questões de múltipla escolha e a segunda inclui redação e questões objetivas. 

É possível prestar vestibular assumir a vaga em qualquer região do país, independentemente de ter nascido lá. No geral, esse processo seletivo acontece uma vez no ano em todas as federais. Cada uma delas disponibiliza um número diferente de vagas para cada curso. 

Para ficar por dentro do prazo de inscrição, vagas ofertadas, e requisitos, é preciso acompanhar o site oficial da universidade almejada. O edital das federais costuma ser divulgado no segundo semestre do ano, mas cada uma tem a própria data. 

Ludmila Catharina
Uma jornalista de 23 anos, nascida e criada no quadradinho. Encantada por literatura e todas as formas de comunicação. Atualmente, ocupo o papel de estudante, mais uma vez, fazendo especialização em comunicação organizacional e estratégias digitais.

Deixe seu comentário