Financiamento imobiliário pela Caixa? Entenda como funciona

A Caixa Econômica Federal tem algumas opções de financiamento imobiliário para quem está buscando a casa própria, nova ou usada, ou mesmo um apartamento. Há financiamentos com correção monetária – atualização mensal dos juros – e também aqueles com taxa fixa. Além disso, é possível conseguir crédito no banco para construção social, civil, e custear reformas na área urbana ou rural. 

Dentre os programas de maior notoriedade, a Caixa oferece o Minha Casa, Minha Vida, implementado pelo Governo Federal, e é voltado para famílias de baixa renda. Cerca de 4 milhões de unidades habitacionais foram contratadas e entregues pelo programa só até 2018, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic) e da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc).  

É preciso estar atento ao fato de que os bancos, sejam eles públicos ou privados, nem sempre irão oferecer carta de crédito para financiar o valor total de um imóvel. No geral, o alcance chega a 90% do preço. Mas há exceção para as casas novas ou na planta e também para financiamentos do Minha Casa, Minha Vida. 

Financiamento Caixa

Minha Casa, Minha Vida 

O Minha Casa, Minha Vida é um programa sem fins lucrativos, movido pela parceria entre o Governo Federal com a Caixa, mais estados, municípios e empresas. O objetivo maior é promover o direito à habitação própria para famílias de baixa renda. Assim, para financiar uma casa pelo programa é necessário comprovar que a arrecadação bruta familiar não supera R$7.000 por mês. 

Dentro disso, a Caixa divide as propostas de financiamento do programa em quatro grupos, levando em consideração a renda. Veja: 

  • Grupo 1: corresponde a pessoas com renda igual ou inferior a R$1.800. É possível conseguir financiamento em até 120 parcelas. As prestações vão de R$80 a no máximo R$120. 
  • Grupo 2: são as pessoas com renda igual ou inferior R$2.600. Nesse caso, a Caixa chega a financiar imóveis de 47,5 mil reais em até 360 parcelas.  O acréscimo de juros equivale a 5% ao ano.  
  • Grupo 3: quem possui renda igual ou inferior a R$4.000. São feitos financiamentos de imóveis que custem até 29 mil reais. 
  • Grupo 4: aqueles com renda igual ou inferior a R$ 7.000. Pode desfrutar de propostas de juros diferenciadas, abaixo do mercado. 

No caso de você e sua família se encaixarem no perfil do grupo 1 e desejarem se cadastrar no programa, será preciso preencher uma inscrição na prefeitura da cidade onde vivem. Feito isso, estarão participando do processo de seleção que avalia previamente os dados informados. 

Já as demais famílias, podem contratar o serviço através de uma organizadora ou individualmente. É possível realizar uma simulação com a Caixa clicando aqui. 

Outra vantagem do financiamento pelo programa é que no processo consulta ao CPF (Cadastro de Pessoa Física) a pessoa não é desclassificada se apresentar restrição. Portanto, nome negativado não será um impeditivo.  

Outros meios de financiar 

A Caixa dispõe, ainda, de linha de crédito para o público amplo que queira adquirir imóveis novos ou repassados. É possível parcelar em até 35 anos e os valores ocupam no máximo 30% da renda familiar bruta. Há a possibilidade, inclusive, de usar o benefício do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para quitar as mensalidades. 

Se desejar fazer esse tipo de financiamento, deve passar pela simulação da Caixa, onde você será informado do valor exato da prestação, do tempo do parcelamento e do valor dos juros. Caso seja favorável e quiser contratar, o próximo passo será a análise de crédito. Para isso, deve encaminhar ao banco a documentação que for solicitada. Daí em diante é só aguardar a posição da Caixa, para aprovar ou negar o financiamento. 

Para fazer uma simulação de crédito habitacional consulte a página Financiamento de Imóvel. 

Leia também: Caixa concede descontos de até 50% no financiamento habitacional 

Ludmila Catharina
Uma jornalista de 23 anos, nascida e criada no quadradinho. Encantada por literatura e todas as formas de comunicação. Atualmente, ocupo o papel de estudante, mais uma vez, fazendo especialização em comunicação organizacional e estratégias digitais.

Deixe seu comentário