Como conseguir uma bolsa de estudos no Brasil? Principais alternativas e como funcionam

No Brasil, como o país socialmente desigual que é, muitas pessoas não conseguem manter o próprio subsídio, veja lá bancar um curso superior. Segundo a última pesquisa divulgada pelo Mapa do Ensino, somente uma mensalidade custa em torno de R$898. Isso sem contar com as despesas com livros e outros materiais. Mas se você sonha com o diploma, em qualquer área que seja, não deve desistir. Conheça agora as formas de conseguir uma bolsa de estudos! 

ProUni 

A oferta de bolsa estudantil do Programa Universidade para Todos (ProUni) acontece por meio de um convênio entre o Governo Federal e as faculdades privadas. Quem é aprovado pode ter desconto nas mensalidades durante todo o curso de duas formas:  

  • Bolsa parcial com 50% do valor abatido; 
  • Bolsa integral, onde o estudante não precisa pagar nenhuma quantia. 

Para concorrer, o interessado deve se inscrever no processo seletivo do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e alcançar um bom desempenho. Em seguida verifique se você se enquadra nos requisitos de participação do ProUni, são eles: 

  • Ter cursado ensino médio em escola pública, ou privada na condição de bolsista; 
  • Ter renda igual ou inferior a três salários mínimos; 
  • Não possuir nenhum diploma de ensino superior. 

O processo de inscrição abre duas vezes a cada ano. Para ser notificado é preciso acompanhar a página do Ministério da Educação. Saiba que para cada curso será necessária uma pontuação mínima diferente. 

Bolsas de estudo

Programas autorais das faculdades privadas 

Outra opção para conseguir uma bolsa de estudos no Brasil é se informar acerca dos programas de desconto promovidos pelas próprias faculdades. A depender da instituição e da área de interesse, é possível encontrar oportunidades com até 100% de desconto. Portanto, essa é uma boa saída para quem não tem condições de custear o ensino. 

Para concorrer é preciso ficar atendo às formas de ingresso de cada faculdade, pois os requisitos podem variar. Mas no geral, é aplicada uma prova para medir o nível do conhecimento dos concorrentes. É comum ainda que solicitem informações sobre a renda familiar do candidato, já que a intenção é beneficiar pessoas em situação de vulnerabilidade econômica. 

Saiba que não é difícil encontrar universidades conceituadas que oferecem bolsas de estudo. Pelo contrário, hoje a prática é muito comum. Para se inteirar do assunto você precisa visitar o site das instituições de ensino superior da sua região, verificar as condições de participação e a data de abertura do processo seletivo. Além da prova, como foi mencionado, pode haver análise curricular e/ou entrevista. 

Educa Mais Brasil 

Diferente do ProUni, o programa Educa Mais Brasil não exige a participação dos candidatos no Enem nem estipula valor de renda familiar. Ou seja, a inscrição é permitida a qualquer pessoa que tenha concluído o ensino médio e é possível se beneficiar de até 70% de desconto no curso de graduação em que tiver preferência.  

Quem desejar se candidatar ao Educa Mais Brasil pode fazer isso agora mesmo, gratuitamente. Basta seguir os próximos passos:

  • Acesse o portal www.educamaisbrasil.com.br; 
  • Selecione a opção “FACULDADES”; 
  • Preencha os campos em branco; 
  • Analise as faculdades parceiras com bolsas disponíveis; 
  • Clique em “Escolha esta Bolsa”; 
  • Revise a sua escolha e confira os dados; 
  • Finalize o cadastro; 
  • Pague o valor referente à pré-matrícula; 
  • Finalize a matrícula no campus da instituição que tiver escolhido. 

Leia também: Financiamento estudantil: quais as alternativas para pagar seus estudos

Ludmila Catharina
Uma jornalista de 23 anos, nascida e criada no quadradinho. Encantada por literatura e todas as formas de comunicação. Atualmente, ocupo o papel de estudante, mais uma vez, fazendo especialização em comunicação organizacional e estratégias digitais.

Deixe seu comentário

1 × quatro =