Como emitir nota fiscal eletrônica sendo MEI? Passo a Passo

Se você quer saber como emitir nota fiscal eletrônica sendo MEI não pode deixar de ler este artigo até o final. Vamos te ensinar o passo a passo de como realizar esse procedimento, bem como sanar as dúvidas mais comuns.

Nota fiscal eletrônica

Os microempreendedores individuais puderam formalizar o próprio negócio com a chegada do MEI e dos benefícios oferecidos com esse modelo de trabalho. Um dos recursos mais interessantes é a emissão de notas fiscais eletrônicas.

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, mais conhecido como Sebrae, passou a oferecer para quem é MEI um emissor gratuito de Nota Fiscal eletrônica (NFe), bem como o Conhecimento de Transporte eletrônico (CTe) para a Secretaria de Fazenda Estadual.

Quem é MEI e escolhe emitir NFe para os cliente passa a ter uma série de benefícios como facilidade de armazenamento de NFe ainda tem redução de custos, pois não é necessário imprimir o documento. 

Além disso, esse processo virtual garante muito mais segurança ao armazenamento de NF e, consequentemente, mais organização e controle fiscal.

Quando emitir NFe

De modo geral quem é MEI não precisa emitir NFe toda vez que prestar um serviço ou vender um produto dependendo da área de atuação. No entanto, se o cliente for uma empresa ou uma companhia é bem provável que ele exija a nota fiscal eletrônica por conta de procedimentos internos.

 

NFe pode ser gerada pela internet e enviada ao cliente de forma virtual

Como emitir NFe

O MEI que escolhe emitir a nota fiscal eletrônica pode realizar o procedimento diretamente pela internet e, para isso, basta ter o cadastro ativo no site do Sebrae.

Considerando o cadastro é só seguir o passo a passo para saber como emitir nota fiscal eletrônica sendo MEI:

  • Acesse o site da prefeitura de sua cidade;
  • Preencha suas informações de acesso (login);
  • Clique em “criar nova nota”;
  • Preencha os campos solicitados;
  • Clicar em emitir;
  • Em “consultar” você pode ver a nota fiscal emitida, baixar ou enviar para o cliente.

Vale ressaltar que diversos modelos de nota fiscal eletrônica estão disponíveis ao MEI como:

  • Emissor de Conhecimento de Transporte Eletrônico versão 3.0 (CT-e);
  • Nota Fiscal Avulsa Eletrônica (NFA-e);
  • Nota Fiscal Eletrônica de Consumidor (NFC-e);
  • Nota Fiscal de Bloco / Nota Fiscal de Venda a Consumidor;
  • Entre outras.

De modo geral, cada modelo de nota fiscal eletrônica possui uma função específica, bem como cada nomenclatura representa. Portanto, é fundamental que o MEI pesquise sobre elas e julgue qual é melhor para a empresa ou negócio.

No entanto, um fator super importante e que deve ser mencionado é que de acordo com cada estado brasileiro e suas respectivas Secretarias da Fazenda existem regras próprias para a utilização de notas fiscais eletrônicas.

Sendo assim, é super importante consultar a Sefaz do seu estado para saber mais sobre quais modalidades podem ou não ser utilizadas no seu negócio ou na sua empresa.

Felipe Calbo
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo atuante na chamada "massa de mídias", trazendo mais um braço da pluralidade de opinião em detrimento do mito da imparcialidade.

Deixe seu comentário

1 × cinco =