Concurso IBGE 2021: Novo edital e autorização para mais de 200 mil vagas!

Para aqueles que estavam à espera da reabertura do concurso para o Instituto Brasileiro de Geografia Estatística, o IBGE, este momento chegou. O novo edital e a autorização para mais de 200 mil vagas foram divulgados nesta sexta-feira (29) no Diário Oficial da União.  

O concurso vinha sendo aguardado desde o ano passado e até chegou a ter o edital publicado na época. Porém, precisou ser adiado em razão da pandemia de Covid-19. Os cargos que haviam sido propostos vão continuar valendo em 2021. 

São três editais e cada um diz respeito às normas de participação e aprovação para os três cargos ofertados a princípio: recenseador; agente censitário municipal; e o de agente censitário supervisor. Todos constam na mesma portaria publicada. 

A diferença é que agora as vagas estão em quantidade menor, se comparadas ao número que havia sido disponibilizado pelo edital de 2020. De 208.695 passam a ser 207.020. Ou seja, 1.675 vagas foram cortadas. 

Concurso IBGE 2021

Dois editais extras 

Em compensação aos cortes, o IBGE foi autorizado a abrir outros dois editais extras visando o preenchimento de cargos que não estavam previstos. De acordo com um dos documentos, poderão ser contratadas 192 pessoas para a função de agente censitário de pesquisa por telefone e para supervisor censitário de pesquisa e codificação.  

Já o segundo edital trata da função de codificador. Neste caso serão 120 vagas para pessoas com nível médio de escolaridade. Somando tudo, o IBGE deve agregar 207.332 novos profissionais ao longo deste ano. 

A expectativa é de que esses novos editais sejam lançados dentro de 6 meses. Isto é, até junho. Como as informações passadas são limitadas, ainda não se sabe qual será a taxa de inscrição cobrada aos participantes. 

Cargos e quantidade de vagas 

Na tabela a seguir você pode conferir a quantidade de vagas ofertadas para cada um dos cargos em aberto, considerando todos os editais anunciados para 2021: 

Cargo  

Quantidade de Vagas 

Escolaridade Mínima 

Agente Censitário Municipal 

5.500  Nível médio 
Agente Censitário Supervisor  18.420 

Nível médio 

Agente Censitário de Pesquisas por Telefone 

180  Nível médio 
Supervisor Censitário de Pesquisas e Codificação  12 

Nível superior 

Recenseador 

183.100  Nível fundamental 
Codificador Censitário  120 

Nível médio 

 

Condições de trabalho 

Das vagas de ensino médio que já têm edital publicado, a remuneração oferecida vai de R$ 1.100,00 para agente censitário supervisor a R$ 2.100,00 no caso de agente censitário municipal. Além desse valor, será pago aos agentes a quantia de R$458,00 referente ao auxílio alimentação. O expediente deve ser de 40 horas por semana.  

E quem se inscrever para as vagas de recenseador – onde é exigido nível fundamental – e obter a aprovação vai receber um salário variável. Conforme estabelece o edital, a renda deste servidor será proporcional ao rendimento que apresentar. Ou seja, quanto mais pessoas ele conseguir registrar no banco de dados do IBGE, maior será o valor a receber. Para o recenseador, a jornada de trabalho estipulada é de 25 horas por semana. 

Vale ressaltar que, diferente dos concursos tradicionais, o vínculo de trabalho com o IBGE que está sendo oferecido deve durar, no máximo, um ano. Todavia, existe a possibilidade de prorrogação do contrato, mediante justificativa baseada nas necessidades de conclusão das atividades e interesse mútuo com o trabalhador.  

 Leia também: Concurso PRF 2021: Inscrições Abertas – 1,5 mil vagas com salários de até R$9.899,88.

Ludmila Catharina
Uma jornalista de 23 anos, nascida e criada no quadradinho. Encantada por literatura e todas as formas de comunicação. Atualmente, ocupo o papel de estudante, mais uma vez, fazendo especialização em comunicação organizacional e estratégias digitais.

Deixe seu comentário

17 + 4 =