Enem 2020 terá medidas de prevenção e prova digital

Enem 2020 é confirmado para a próxima semana com a aplicação de medidas de higiene sanitária e distanciamento social obrigatório para evitar a contaminação pelo novo coronavírus, além de estreia da nova modalidade de prova digital.

Enem 2020

A pandemia da Covid-19 adiou a data do Exame Nacional do Ensino Médio, mais conhecido como Enem, referente ao ano de 2020 para a próxima semana.

As provas serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021, sendo sempre realizada em dois domingos consecutivos. 

Esse ano será a primeira vez que os candidatos poderão optar pela aplicação digital da prova. No novo formato as datas das provas ficaram para os dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro. 

Vale ressaltar que os portões dos locais das provas abrem às 12h e fecham às 13h. Em ambas as datas as provas vão começar às 13h30 com término às 19h para o primeiro dia e no segundo, às 18h30.

Aproximadamente mais de 5 milhões de candidatos se inscreveram para o Enem 2020 e destes quase 100 mil candidatos optaram pelo formato digital.

Provas

A estrutura da prova impressa e digital será a mesma, sendo que 45 questões objetivas de Linguagens e Códigos e 45 de Ciências Humanas, além da redação serão aplicadas no primeiro dia.

No segundo dia, as provas serão de Ciências da Natureza e Matemática, ambas com 45 questões.

Quanto à prova digital, as questões serão respondidas pelo computador, sendo que apenas a redação será respondida no papel. 

Contudo, os candidatos não poderão realizar as provas de casa. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, mais conhecido como Inep, essa é uma questão de segurança. 

Cuidados

Diante da pandemia mundial do novo coronavírus uma série de regras foram estabelecidas para que não haja riscos de infecção por parte dos candidatos e dos profissionais envolvidos no exame.

Sendo assim, não será permitida a entrada dos candidatos sem o uso da máscara de proteção facial nos locais de prova, bem como durante o exame, sendo permitida a retirada apenas para se alimentar e beber água.

Além disso, os locais de prova serão equipados com álcool em gel e carteiras distanciadas. O Inep divulgou ainda que houve um aumento no número dos locais de prova a fim de manter cada sala com metade da capacidade total de candidatos.

 

Edição do exame em 2020 será diferente dos outros anos

Vale ressaltar que os participantes que pertencem ao grupo de risco terão atendimento especial no dia da prova, bem como aqueles considerados do grupo de doentes crônicos, asmáticos, obesos e idosos, por exemplo. 

Os candidatos que porventura estiverem infectados no dia da prova poderão realizar o exame posteriormente, desde que informem o Inep pelo número 0800 61 61 61. Além disso, serão solicitadas algumas informações pessoais, bem como a comprovação da infecção.

A concessão também é feita aos candidatos infectados com outras doenças, como coqueluche, difteria, doença invasiva por Haemophilus influenza, doença meningocócica e outras meningites, varíola, Influenza humana A e B, poliomielite por poliovírus selvagem, sarampo, rubéola, e varicela

Felipe Calbo
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo atuante na chamada "massa de mídias", trazendo mais um braço da pluralidade de opinião em detrimento do mito da imparcialidade.

Deixe seu comentário

3 + quatro =