FIES 2021: Principais mudanças para quem vai usar o FIES para financiar os estudos

Novas mudanças são previstas para o Fundo de Financiamento Estudantil a partir deste ano. Conheça todos os detalhes e saiba como conseguir bolsas de estudo em instituições privadas de ensino.

Novidades

A nova proposta do Fundo de Financiamento Estudantil promete juros zero, melhor gestão do fundo e amplo acesso ao ensino superior. 

Para isso, o FIES foi dividido em diferentes modalidades e escala de financiamentos que variam de acordo com a renda familiar do candidato. 

Em relação às condições de financiamento para novos contratos, o FIES concede taxa zero de juros para estudantes com renda familiar per capita de até 3 salários mínimos.

Com isso, basta o estudante pagar mensalmente o valor da coparticipação referente a parcela dos encargos educacionais que não forem financiadas. Esse pagamento deverá ser feito diretamente à instituição de ensino.

Conheça as novas regras do FIES

Depois de concluir os estudos o estudante deverá realizar a amortização do saldo devedor do financiamento conforme sua possibilidade financeira.

Vale ressaltar que independente das mudanças o FIES é um programa do Ministério da Educação que concede financiamento a estudantes de cursos superiores privados.

No entanto, é fundamental que o estudante seja avaliado positivamente nos processos conduzidos pelo MEC para aderir ao programa.

Quem pode se inscrever no FIES

Como mencionado anteriormente, para conseguir o financiamento do FIES é necessário que o estudante seja bem avaliado em processos realizados pelo MEC, bem como o Exame Nacional do Ensino Médio.

Além de ter feito o último ENEM, para participar do processo seletivo do FIES o candidato deve apresentar uma nota superior a 450 pontos e nota superior a 0 na redação. 

Outro fator relevante levado em consideração no FIES é a renda familiar mensal bruta do estudante que deve ser de  até 3 salários mínimos por pessoa.

É importante dizer que o estudante deve garantir todas as informações fornecidas no processo seletivo a fim de garantir a efetivação do financiamento em caso de aprovação.

Como se inscrever no FIES

Para se inscrever no FIES o estudante pode acessar o sistema de inscrição no site fies.mec.gov.br, clicar em “Minha Inscrição” e, posteriormente, fazer o cadastro.

Depois de fornecer todas as informações solicitadas e concluir o cadastro, o estudante deve informar o CPF e a senha cadastrada.

Nota de corte

A nota de corte basicamente serve para informar o estudante sobre a possibilidade de ser aprovado ou não no processo seletivo em relação à vaga pretendida.

Ela atua como a menor nota para o estudante ficar entre os selecionados no curso desejado de acordo com o número de vagas e o total de candidatos inscritos.

Vagas remanescentes

Caso o candidato não seja aprovado no processo seletivo tradicional do FIES é possível se candidatar para ocupar as vagas que não forem preenchidas.

Para isso, basta se inscrever no processo de ocupação das vagas remanescentes do Fies, no site fies.mec.gov.br.

Julia de Paula
Jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo - UMESP

Deixe seu comentário

três + vinte =