Gabarito Enem 2020: Consulta do Gabarito será liberada nesta quarta-feira (27/01)

Acabou! Quem se candidatou e fez as duas provas impressas do Enem nos dias 17 e 24 de janeiro tem uma preocupação a menos em 2021. Agora, é só esperar pela liberação do gabarito para ter uma ideia mínima de como foi o desempenho durante o Exame Nacional do Ensino Médio.

Os gabaritos oficiais das duas provas realizadas nos últimos dois domingos estão previstos para serem divulgados no dia 27 de janeiro no site do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, o Inep.  É esperado que os resultados finais sejam publicados até o dia 29 de março.

A nota do Enem pode servir para a entrada em Universidades, ser uma forma de se candidatar a financiamentos estudantis ou para ganhar bolsas em instituições privadas de Ensino Superior. Isso pode ser feito por meio de programas sociais do Ministério da Educação, como o Sisu, Prouni ou Fies.

Como os estudantes avaliaram as provas do Enem 2020, realizado em 2021?

Entrada dos candidatos para o primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Tânia Rêgo / Agência Brasil

Durante o primeiro dia do Enem impresso, a prova teve questões de Ciências Humanas, Linguagens e a famosa redação. Alguns dos temas abordados foram:

  • Desigualdade de gênero;
  • Escravização de povos;
  • Insurreição Pernambucana;
  • Independência dos Estados Unidos;
  • Revolução Francesa;
  • Reformas econômicas durante o mandato de Fernando Henrique Cardoso como presidente do Brasil.

A redação teve como tema “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”. A nota do texto pode chegar a até 1000 pontos. Algumas práticas podem desclassificar os candidatos, como fugir do tema ou escrever menos do que o mínimo de linhas proposto.

No segundo dia de prova, dia 24 de janeiro, foi a vez dos estudantes resolverem questões de Ciência da Natureza e Matemática. A presença de questões multidisciplinares, com a necessidade de ter conhecimentos em Biologia e Química, por exemplo, foi alta.

Alguns relatos de candidatos afirmam que os exercícios necessitam de muita interpretação de texto e de saber a teoria. Alguns dos assuntos mais recorrentes foram:

  • Radioatividade;
  • Regra de três;
  • Porcentagem;
  • Média geométrica;
  • Interpretação de tabelas e gráficos.

Como funciona a correção do Enem?

Mesmo com a divulgação do gabarito da prova impressa do Enem 2020, ainda é difícil ter uma percepção de qual é a nota do candidato. Isso acontece por conta do sistema de correção do Exame Nacional do Ensino Médio, que é chamado de Teoria de Resposta ao Item (TRI).

De uma forma geral, esse modelo de avaliação não permite que o estudante “chute” as respostas para as questões. As dicas dos profissionais que atuam com a preparação de alunos para o Enem é de que é necessário ter como prioridade o acerto de questões fáceis.

Durante a correção, o sistema TRI vai levar em conta, principalmente, a coerência do estudante durante a resolução das questões. Dessa forma, um candidato que acertar os exercícios mais difíceis, também tem que ter acertado os mais simples. Assim, quanto maior a coerência, maior a nota!

Outra dica importante de professores é resolver as perguntas mais fáceis antes e ir pulando as mais difíceis, que demandam mais cálculos ou atenção na interpretação de texto.   Ainda assim, a orientação é de que é melhor chutar a questão do que deixá-la em branco! Quem sabe a sorte pode estar do seu lado!

Reaplicação Enem 2020

O Enem 2020 contou com o maior número de abstenções da história, desde que ele foi formulado em 2009. No primeiro dia de prova, 51.5% das pessoas inscritas faltaram. No segundo, foi registrada a abstenção de 55,3% dos candidatos.

Quem não conseguiu fazer a prova, seja por estar doente, ter tido problemas de logística (Ex: desastres naturais) ou foi impedido por conta da capacidade máxima de alunos por sala, pode solicitar a reaplicação da prova durante os dias 25 a 29 de janeiro.

Enem Digital 2021

Nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro será aplicada, pela primeira vez na história, a prova do Enem de forma digital.  Cerca de 100 mil pessoas se inscreveram para participarem desse projeto piloto. A expectativa do Ministério da Educação é de que até 2026 todos os Exames Nacionais do Ensino Médio sejam feitos digitalmente.

De acordo com o Inep, a prova será feita em computadores, em salas fechadas. Um sistema também vai impossibilitar que o candidato abra outras janelas, como internet ou softwares de texto ou cálculo.

Avatar
Formada em Jornalismo pela PUCPR. Atualmente está cursando Pós Graduação em Questão Social e Direitos Humanos na mesma instituição de ensino. Tem paixão por informar as pessoas e acredita que a comunicação é uma ferramenta que pode mudar o mundo!

Deixe seu comentário

quatro × cinco =