IPTU: Vale a pena pagar à vista? Confira

O IPTU é um tributo cobrado anualmente referente ao Imposto Predial e Territorial Urbano. A prefeitura do município em questão é quem colhe o tributo e concede aos contribuintes diferentes formas de pagamento.

Para quem prefere quitar o débito à vista, é concedido um desconto que varia conforme determinação da prefeitura. Para os que preferem parcelar, também há a possibilidade.

Seja à vista ou em parcelas, o importante é quitar o débito dentro do prazo estabelecido para evitar juros e multas.

IPTU à Vista: Quando vale à pena pagá-lo em uma única parcela?

Para descobrir qual a melhor forma de pagamento para o seu caso, é necessário conhecer as suas opções. Para isso, consulte o site oficial da Secretaria de Fazenda do seu estado e confira as opções de pagamento disponíveis para o seu IPTU.

A escolha também depende da sua atual situação financeira. Muitas pessoas se programam para pagar o imposto, e nesses casos, o pagamento com antecedência e à vista é uma ótima opção, uma vez que o contribuinte ganha descontos no valor final como recompensa.

As porcentagens de desconto variam de estado para estado, entre 3% e 8%, portanto não há um valor pré-definido, mas o desconto pode ser bastante vantajoso, principalmente em imóveis cujo valor do IPTU é alto.

Parcela o IPTU, muitas vezes, é a alternativa

Para quem está com o dinheiro curto e/ou não se preparou para o tributo anual, a opção de parcelamento pode ser uma grande ajuda. Com parcelas de valores menores, é possível quitar o imposto dentro do prazo, sem riscos de sofrer com multas.

O número de parcelas também varia conforme o estado, por isso confirme antes em quantas vezes o valor pode ser dividido, e analise se o número é bom o suficiente para o seu bolso. Em alguns locais é possível dar um valor de entrada e parcelar o restante.

Em ambos os casos, o valor total parcelado ou a entrada mais as parcelas, são cobrados juros de parcelamento, e o contribuinte deve prestar atenção nesses valores para confirmar se vale a pena ou não parcelar o IPTU.

De modo geral, o pagamento do IPTU demanda planejamento e controle financeiro, prática não realizada por muitos brasileiros, seja por não terem noções de finanças, seja por não terem dinheiro o suficiente para poupar ou investir.

Empréstimo para pagar IPTU à vista. Vale a pena?

Outra opção para o pagamento do IPTU é a realização de um empréstimo. Os especialistas não gostam muito desta opção, pois as taxas de juros podem ser altas e tornar o valor do IPTU ainda mais alto. É uma situação delicada que requer uma avaliação responsável e consciente.

Através de cálculos é possível descobrir o valor final a ser pago adicionando os percentuais de juros cobrados pela instituição na qual o empréstimo será feito.  Se as taxas de juros forem baixas, o empréstimo pode compensar e fazer sentido naquele momento financeiro.

Apenas se comprometa com dividas que você está certo de que pode pagar. As multas e juros por não pagamento são ainda mais elevadas, e o seu CPF pode ser negativado devido a isso.

Para conseguir o empréstimo, o contribuinte não pode ter restrições no CPF. Ao contrário, ele deve ter um bom score, referente aos seus hábitos de pagamento. Se você atrasa suas contas com frequência, seu score diminui.

 

Deixe seu comentário

treze − 5 =