Saques FGTS 2021

Saiba como funcionarão os saques do FGTS para 2021, bem como a possibilidade de pagamentos emergenciais em consequência da pandemia do novo coronavírus.

FGTS 2021

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, tradicionalmente conhecido como FGTS, autorizou o saque emergencial aos trabalhadores que não foram demitidos no ano passado.

A medida tem como objetivo amenizar os impactos econômicos oriundos da pandemia da Covid-19 que atingiu a maioria dos países no ano passado e que segue sem previsão para terminar.

Desse modo, para os cidadãos que estavam preocupados quanto ao saque do FGTS, é possível afirmar que será possível recolher o benefício mesmo que você esteja trabalhando normalmente.

Como funciona o FGTS?

Basicamente, o FGTS é uma maneira do trabalhador obter uma reserva em dinheiro caso ele seja mandado embora do serviço sem justa causa.

Para isso, mensalmente as empresas depositam um valor correspondente a 8% do salário pago ao empregado e, obviamente, essa porcentagem não pode ser descontada do pagamento.

Como sacar o FGTS

O saque do FGTS emergencial passou a valer a partir do início da pandemia em 2020. Os trabalhadores que possuíam saldo em contas ativas e inativas puderam sacar cerca de R$1.045 correspondente ao salário da época. 

O saque foi autorizado até 31 de dezembro do ano passado, mas segue sendo permitido em 2021 com um valor de até R$1.100,00.

 

Benefício pode ser oferecido aos trabalhadores que não foram demitidos

Vale ressaltar que os trabalhadores também poderão sacar uma parte do valor que possuem no FGTS por meio da modalidade do saque-aniversário. No entanto, quem optar por esse fundo não poderá sacar o valor integral dos depósitos caso seja demitido.

Caso haja a demissão do trabalhador ele terá apenas o direito de receber uma multa rescisória correspondente a 40% dos valores depositados pelo último empregador.

Outra informação importante é que o trabalhador só poderá sacar uma porcentagem do valor de acordo com o seu saldo.

Calendário FGTS 2021

Conheça o calendário de saques divulgado para este ano:

  • Nascidos em janeiro- saques de janeiro a março;
  • Nascidos em fevereiro – saques de fevereiro a abril;
  • Nascidos em março – saques de março a maio;
  • Nascidos em abril – saques de abril a junho;
  • Nascidos em maio – saques de maio a julho;
  • Nascidos em junho – saques de junho a agosto;
  • Nascidos em julho – saques de julho a setembro;
  • Nascidos em agosto – saques de agosto a outubro;
  • Nascidos em setembro – saques de setembro a novembro;
  • Nascidos em outubro – saques de outubro a dezembro;
  • Nascidos em novembro – saques de novembro de 2021 a janeiro de 2022;
  • Nascidos em dezembro – saques de dezembro de 2021 a fevereiro de 2022.

Outra possibilidade é optar pelo saque de rescisão. Essa modalidade tem como objetivo proteger o trabalhador que foi mandado embora do serviço sem justa causa. Ele será beneficiado nos seguintes casos:

  • Aposentadoria INSS;
  • Compra da casa própria;
  • Demissão sem justa causa;
  • Rescisão por acordo;
  • Morte do patrão e fechamento da empresa;
  • Término do contrato de trabalhador temporário;
  • Ter idade igual ou superior a 70 anos;
  • Doenças graves (como Aids ou câncer).

É fundamental apresentar a documentação solicitada para resgatar o fundo e indicar uma conta bancária para receber o dinheiro em até 5 dias úteis.

Julia de Paula
Jornalista formada pela Universidade Metodista de São Paulo - UMESP

Deixe seu comentário

2 + 15 =