Taxa de Inscrição ENEM: Qual o Valor e Prazos de Pagamento

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é o maior e mais popular vestibular do Brasil. A partir da nota alcançada no teste é possível se matricular em uma universidade federal, ou concorrer a uma bolsa de estudos na faculdade privada. Mas os interessados precisam ficar atentos. O Enem só acontece uma vez por ano e é preciso pagar uma taxa, respeitando o prazo do boleto, para validar a participação. 

O valor dessa taxa pode ser modificado a cada edição do exame. No entanto, em 2019 e em 2020 se mantiveram em R$85,00. Apesar de a taxa da inscrição para o Enem 2021 não ter sido divulgada até o momento, a expectativa é de que ela permaneça na faixa de preço dos anos anteriores – atualizaremos esta notícia assim que a informação for confirmada pela instituição responsável. 

Qual é o prazo? 

As inscrições acontecem geralmente no primeiro semestre. No Enem 2020 o prazo para se candidatar foi do dia 11 a 22 de maio. Dessa forma, os interessados tinham que pagar a taxa de inscrição logo em seguida, até o dia 28 do mesmo mês. Todavia, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisa (Inep) decidiu esticar o prazo. Saiba que nem sempre isso acontece. Quem realmente quiser garantir uma vaga no exame deve pagar dentro do prazo inicial, e não contar com uma possível prorrogação. 

Taxa de inscrição Enem

Quem pode solicitar a isenção? 

Para possibilitar a participação de pessoas em situação de vulnerabilidade social o Mec abre algumas exceções em relação ao pagamento da taxa de inscrição no Enem. Atualmente, cerca de 70% dos participantes fazem o exame gratuitamente. Os requisitos para ter direito ao benefício levam em conta, especialmente, a renda e a escolaridade do candidato. Conheça quais são:  

  • Alunos do terceiro ano do ensino médio matriculados na rede pública;  
  • Pessoas com renda mensal de até um salário mínimo e meio (R$1.567,50) que tenham se formado na rede pública ou que tenham sido aluno bolsista em escola particular; 
  • Pessoas que se declarem de baixa renda, inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), cuja a renda seja de no máximo meio salário mínimo por pessoa, ou de até três salários mínimos na renda familiar mensal. 

Caso você tenha direito à gratuidade fique atento. A solicitação deve ser feita com antecedência, geralmente essa é a primeira etapa do Enem. E mais, ainda que o candidato tenha o pedido de isenção deferido, não pode deixar de passar formalizar a inscrição no site do Inep. Tal procedimento deve ser feito logo em seguida, de acordo com o cronograma do Enem para o ano vigente. 

Tem taxa de inscrição no Enem Digital? 

A versão online da prova é um acontecimento inédito, com estreia marcada para os dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2020. A medida foi implementada pelo Ministério da Educação (Mec), a fim de reduzir a aglomeração e o risco de contágio por coronavírus no local de prova. Vale lembrar que essa modalidade é voltada apenas para os candidatos treineiros, ou seja, aqueles que fazem o Enem apenas para ganhar afinidade. Ainda assim, saiba que a taxa de inscrição deve ser paga e é a mesma cobrada aos demais candidatos. 

 Leia também: Enem Seriado 2021: entenda o que é e como funciona

Ludmila Catharina
Uma jornalista de 23 anos, nascida e criada no quadradinho. Encantada por literatura e todas as formas de comunicação. Atualmente, ocupo o papel de estudante, mais uma vez, fazendo especialização em comunicação organizacional e estratégias digitais.

Deixe seu comentário

5 × 5 =