Enem Digital 2020: Número de Ausentes SURPREENDE. Entenda o que vai acontecer a partir de agora

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep) divulgou que o número de candidatos ausentes no Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem Digital 2020, foi superior ao índice de participantes presentes. As inscrições indicavam que 93.590 pessoas participariam da prova. Desse total, 58.489 não compareceram. Ou seja, mais da metade. Entenda o que vai acontecer a partir de agora. 

Em Tocantins 58,1% dos inscritos se apresentaram para a realização do Enem. Ainda assim, esse foi o estado com a maior participação efetiva. Já em São Paulo foi o contrário, registrou a maior taxa de abstenção, chegando a 73,9%. O Distrito Federal também surpreendeu pela baixa, de 3,7 mil inscrições, só 1,9 mil pessoas realmente fizeram o exame. 

A prova do Enem na modalidade digital aconteceu pela primeira vez no último domingo (31) em todo o Brasil – com exceção do Amazonas, que passa por grave onda de contaminação por Covid-19. Foram reservados 1.028 espaços para a aplicação da prova em 104 diferentes municípios, a fim de que os participantes pudessem ser adequadamente acomodados e cumprissem com os requisitos do distanciamento social, entre outras medidas de prevenção. 

Mesmo com a quantidade significante de candidatos ausentes, durante uma transmissão ao vivo feita no YouTube o presidente do Inep, Alexandre Lopes, afirmou que considera a estreia do Enem Digital 2020 bem muito sucedida. Ele disse, ainda, que as faltas registradas se justificam pelo cenário de pandemia vivido no país, já que os candidatos com sintomas de doenças infectocontagiosas são orientados a não saírem de casa. 

Enem Digital 2020

Contratempos durante a prova 

O Distrito Federal e dois estados tiveram contratempos técnicos durante a aplicação do Enem Digital 2020. A começar pelo DF, as queixas consistiram em um erro no sistema que impediu completamente a realização do exame. Todavia, por motivos de sigilo, as pessoas presentes precisaram aguardar nas salas e só foram autorizados a deixar o local às 15h. A mesma situação se repetiu em Palmas, município de Tocantins. 

Em Belo Horizonte, município de Minas Gerais, houve relatos de que a prova não começou no horário marcado. Segundo os participantes, o atraso foi de duas horas, o que representa bastante tempo perdido. De acordo com o edital, o prazo para a resolução das questões e preenchimento do gabarito deve ser de 5h30 no primeiro dia da aplicação. Com o advento, os candidatos tiveram apenas 3h30 para fazer tudo. Até então nenhuma explicação foi dada sobre o ocorrido. 

Quem pode ir no segundo dia de prova? 

Assim como a versão tradicional, a prova do Enem Digital contou com uma questão de redação que deveria ser escrita à mão. O tema proposto foi “O desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões do Brasil”. Havia também questões de múltipla escolha acerca das disciplinas de linguagens e suas tecnologias, junto à ciências humanas e suas tecnologias. 

No próximo domingo, dia 7 de fevereiro, os participantes deverão comparecer para o segundo e último dia de prova, em que serão cobrados assuntos de ciências da natureza e suas tecnologias, além de matemática e suas tecnologias. Quem não foi no primeiro dia de aplicação não está impedido de participar desta vez, mas fica com a nota final prejudicada. 

Leia também: Nota do ENEM: conheça o novo método usado para calcular a nota do ENEM

Ludmila Catharina
Uma jornalista de 23 anos, nascida e criada no quadradinho. Encantada por literatura e todas as formas de comunicação. Atualmente, ocupo o papel de estudante, mais uma vez, fazendo especialização em comunicação organizacional e estratégias digitais.

Deixe seu comentário

4 × 3 =