Jovem aprendiz 2021: SENAI faz parceria para contratação de jovem aprendiz em todo país

Juntamente em parceria com indústrias por todo o Brasil, o SENAI oferta 61.218 vagas para o Programa Jovem Aprendiz (2021).

Esse programa funciona como um incentivo para os adolescentes que estão em busca do primeiro emprego.

Quer saber mais sobre o assunto? Preparamos um post para que você fique por dentro dessas vagas! Saiba mais a seguir.

Sobre o SENAI

Jovem aprendiz 2021

O SENAI é considerado a maior instituição privada de cunho educativo profissional e de serviços do meio tecnológico da América Latina.

Ela possui 583 unidades fixas e 487 unidades móveis, além de marcar presença em um total de 3.200 municípios do Brasil.

Como vai funcionar o Programa Jovem Aprendiz 2021

O programa que tem como intuito inserir os adolescentes no mercado de trabalho tende a oferecer cursos gratuitos no SENAI — Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial.

Com essa capacitação, os jovens passam a executar funções na empresa contratante por um período de até dois anos.

Forma de participar

Antes de tudo, é válido ressaltar que esse programa é voltado para os jovens com idade de 14 a 24 anos.

Assim, o jovem interessado em participar precisa estar matriculado no nono período do ensino fundamental ou em séries à frente ou no EJA (Educação para Jovens e Adultos). Quem já tem o ensino médio concluído, também pode participar.

Vagas no jovem aprendiz 2021

São as próprias empresas que realizam os processos seletivos, que são divulgados na página do SENAI.

Os jovens têm acesso a diferentes áreas tecnológicas, como construção civil, alimentos, eletroeletrônica, tecnologia da informação, logística e outras mais.

No ano de 2020, o SEPEC (Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Produtividade) em conjunto com o SENAI, deu à luz ao programa Aprendizagem 4.0.

Como esse programa está favor do que a indústria 4.0 necessita, ele apresenta um formato mais digital.

Detalhes do programa

O novo sistema combina as duas modalidades de ensino: presencial e Educação à Distância (EaD).

Além do mais, após concluir o período de aprendiz, para dar continuidade a seus estudos no SENAI, o jovem vai poder aproveitar a carga horária feita.

A seguir, fique por dentro das vagas que estão disponíveis em cada estado. Acompanhe:

 

  • Acre (AC) − 335 vagas
  • Amazonas (AM) – 488 vagas
  • Bahia (BA) – 823 vagas
  • Distrito Federal (DF) – 315 vagas
  • Espírito Santo (ES) − 1.126 vagas
  • Goiás (GO) − 2.281 vagas
  • Mato Grosso (MT) – 600 vagas
  • Pará (PA) − 1.106 vagas
  • Paraíba (PB) – 780 vagas
  • Paraná (PR) − 15.000 vagas
  • Pernambuco (PE) − 1.052 vagas
  • Piauí (PI) – 407 vagas
  • Rio de Janeiro (RJ) − 6.937 vagas
  • Rio Grande do Norte (RN) – 285 vagas
  • Rio Grande do Sul (RS) − 9.500 vagas
  • Rondônia (RO) – 735 vagas
  • Roraima (RR) – 35 vagas
  • Santa Catarina (SC) − 10.923 vagas
  • São Paulo (SP) − 6.634 vagas
  • Sergipe (SE) − 1.500 vagas
  • Tocantins (TO) – 356 vagas

Os estudantes que estão no ensino fundamental têm que cumprir 6 horas diárias de trabalho (considerada a jornada máxima). Enquanto aos jovens que possuem o ensino médio concluído, podem trabalhar 8 horas por dia.

Paulo Victor Silva
Estudante do curso de Jornalismo pela UFES. Dono de uma mente inquieta e curiosa. Além disso, é amante da leitura e apaixonado pela música.

Deixe seu comentário

catorze + dezessete =