Leilão de Imóveis em todo Brasil. Descontos de até 71%. Confira as oportunidades!

Se você quer aproveitar o início do ano para adquirir um imóvel novo, seja casa própria ou imóvel comercial, participe do leilão de imóveis!

Os bancos Inter e Santander irão leiloar cerca de 150 imóveis, nos dias 9 e 12 de fevereiro, respectivamente.

Os interessados encontrarão apartamentos, casas e imóveis comerciais com descontos de até 71%.

É importante saber que os lances iniciais variam entre R$ 33,9 mil e R$ 19,5 milhões. Prepare seu bolso!

As unidades que serão leiloadas estão disponíveis em estados como Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Sergipe e São Paulo.

O banco Santander possui mais quantidades de lotes fechados, sendo 146 unidades em 16 estados diferentes.

Destaques

Entre os destaques que serão ofertados, está uma casa, localizada em Porto Alegre, com 157 metros quadrados e garagem. O lance inicial é de R$ 255 mil reais, valor 38% abaixo da avaliação.

Mas, se você prefere a cidade maravilhosa, o Rio de Janeiro, há um apartamento de 63 metros quadrados em Engenho de Dentro, com o valor inicial de R$ 160 mil, preço 36% menor do avaliado.

E, se você prefere o calor da Bahia, Salvador tem um apartamento de três quartos, com 72 metros quadrados, com lance inicial de 202 mil reais, 43% abaixo do valor de avaliação.

O leilão do Inter tem 10 lotes no estado de São Paulo. Entre as opções, destacamos uma casa de 360 metros quadrados e garagem em Santana de Parnaíba.

O valor inicial é R$ 1,8 milhão e custa 50% menos da tabela.

Organização

Os leilões são organizados pela Sold Leilões. Para saber mais informações e ler os editais, acesse o site da leiloeira.

Pagamentos

É importante saber que cada banco oferece condições de pagamento diferenciado, incluindo parcelamento e crédito imobiliário.

Os lotes desocupados podem ser visitados, mas para isso, é preciso agendar antecipadamente e cumprir as normas de saúde e segurança.

Local e data dos leilões

Leilões do Banco Santander

12 de fevereiro, às 14h (Imóveis Comerciais)

25 de fevereiro, às 15h (Imóveis Residenciais)

Leilões Banco Inter

A partir de 09 de fevereiro

Por quais motivos um imóvel é leiloado?

Muitos motivos podem fazer com que o proprietário perca seu tão sonhado imóvel, como:

  • Inadimplência: falta de pagamento do financiamento bancário;
  • Dívidas trabalhistas: não pagar os salários e benefícios dos empregados pode levar a perda do imóvel;
  • Pensão alimentícia:
  • IPTU atrasado;
  • Hipoteca;
  • Conduta criminosa: quando o imóvel foi adquirido com dinheiro sujo ou gerado por conduta criminosa;
  • Fiador: quando alguém é fiador em um contrato e se compromete a garantir os pagamentos do inquilino.

Dicas e cuidados antes de arrematar um imóvel

Comprar com cautela é a dica principal!

Não é porque os descontos do imóvel leiloado são atraentes que o negócio deve ser feito sem responsabilidade.

Preste muita atenção para que o barato não saia caro.

Veja algumas dicas que separamos:

1- Não tenha pressa: alguns imóveis que vão a leilão ainda não foram desocupados pelos antigos donos.

Ao arrematar, o novo proprietário ganha uma carta para solicitar a desocupação, que pode necessitar de intervenção judicial e demorar anos.

Por isso, o leilão só é indicado para quem pode e tem paciência para esperar.

2 – Prefira imóveis desocupados: se o antigo inquilino ainda estiver no prédio, você precisará entrar com uma ação para despejar o morador e isso terá um custo adicional.

Além disso, vale lembrar que se o imóvel estiver ocupado, é provável que você não possa visitá-lo antes de fechar negócio.

Por isso, é melhor arrematar um apartamento que já foi desocupado.

3- Leia o edital com atenção: nele estão as principais informações sobre o imóvel, como data do leilão, valor mínimo de venda, estado de conservação, quem é o vendedor e de quem são as responsáveis por cada custo excedente.

4- Visite o imóvel com antecedência: verifique se é possível visitar o imóvel antes do leilão e se é possível contar com a presença de técnicos especializados.

5- Avalie a melhor forma de pagamento: fique atento a todas as normas, já que alguns leilões não permitem a utilização do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), por exemplo.

Também é necessário pagar ao leiloeiro uma comissão adicional de 5% do valor do lance no ato da arrematação.

No entanto, em muitos casos, é possível obter descontos de até 10%, se o pagamento for à vista.

Em geral, o comprador deve arcar com um sinal correspondente a 30% do valor do imóvel e o saldo devedor pode ser parcelado, mas é importante contratar um empréstimo com antecedência!

Bruna Santos
Jornalista formada pela Universidade Braz Cubas (UBC), em Mogi das Cruzes, com experiência em mídias impressas e on-line.

Deixe seu comentário

6 − 2 =