Novo Bolsa Família: Governo busca reformular programa para não precisar do Auxílio Emergencial. Entenda

O Ministério da Cidadania tem a intenção de reformular o programa do Bolsa Família, de forma a ganhar tempo e assim, tentar diminuir a pressão por um novo ciclo do auxílio emergencial.

Enquanto isso ainda está em processo, o Ministério da Economia está reunindo diversas sugestões de especialistas e de demais setores do governo para conseguir reformular as demais regras dos benefícios, que foi criado para conseguir ajudar às famílias durante a epidemia do corona vírus.

O principal objetivo é focar na concessão deste auxílio e assim, reduzir o custo do mesmo.

Novo Bolsa Família: reformulação do programa

Novo Bolsa Família: reformulação do programa

O movimento que está sendo coordenado tem como principal intuito não ceder a pressão pela renovação do auxílio emergencial.

Essa discussão sobre um novo ciclo está interferindo diretamente na campanha dos principais candidatos para à presidência da Câmara e também do Senado, principalmente por aqueles que são apoiados pelo Planalto, como é o caso de alguns nomes como Arthur Lira, da Câmara e também Rodrigo Pacheco, no Senado. A eleição tem data para acontecer no dia de hoje.

Já na área econômica, a avaliação do grupo fiscalista dos assessores do então ministro da Economia, Paulo Guedes, é da necessidade de esperar um pouco mais para que o auxílio seja concedido.

Essa renovação está quase como certa, visto as pioras causadas pela epidemia do vírus, mesmo que na última quinta-feira, o então Presidente Jair Bolsonaro, tenha dito que uma nova rodada do auxílio não seria possível, visto que “quebraria” o Brasil.

Conforme fontes anônimas da área econômica, há uma discussão de que o governo terá que lidar com demais dívidas com o mercado financeiro, para assim, conseguir bancar essa ajuda adicional.

Porém, a questão no momento é de que o governo tenha o controle da situação e do processo, de forma a evitar que o Congresso tenha que fazer uma concessão maior ainda, aumentando os demais riscos fiscais.

Conforme dito na quarta-feira passada pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, o novo formato do Bolsa Família já está pronto, sendo que a previsão de lançamento é para esta semana.

Depois de ter contato direto com esta reformulação, Onyx pode futuramente deixar esta pasta para dar lugar a um novo indicado pelo Centrão.

O atual ministro iria então para uma cadeira no Palácio do Planalto para lidar com a reforma ministerial, da qual Bolsonaro está planejando por meio de vários acordos políticos recentes.

Como funcionará o alcance?

Há a intenção de usar esta reformulação do Bolsa Família para conseguir diminuir a necessidade de fortalecimento das políticas sociais.

Dentro do governo também há o receio de que esta divulgação do novo formato possa dar errado, gerando um maior desgaste e desentendimento dos congressistas principalmente pela demora do governo para começar a encontrar uma solução, visto que essa reformulação não terá grande alcance.

Conforme já foi mostrado a reportagens diretas ao Portal Estadão, o novo formato do Bolsa Família tem a intenção de aumentar o valor médio do benefício de R$190 para R$200.

Além disso, acontecerá um ajuste direto no critério de renda para conseguir interessados conseguirem ingressar no programa, do qual permitirá a inclusão de mais ou menos 300 mil famílias.

No caso da situação de extrema pobreza, a renda de R$89 por pessoa terá o aumento para R$92 por indivíduo. Já no caso de pobreza, a renda de R$178 por pessoa, será alterada para R$192 para cada um.

O Governo também tem como intenção criar mais três bolsas que serão distribuídas por mérito: escolar, esportivo e também científico. A principal ideia é fazer a premiação para os estudantes do Bolsa Família de acordo com o desempenho de cada um nestas áreas.

Essa reformulação do programa será feita por meio de uma medida provisória, da qual tem vigência imediata, mas possui a necessidade de ser chancelada pelo Congresso Nacional no máximo em até 120 dias, período do qual tem a chance de sofrer várias mudanças.

Demais detalhes deste texto já foram discutidos nesta semana em reunião realizada por Onyx, Guedes e suas equipes em questão.

Para receber demais informações sobre o novo Bolsa Família, é interessante ficar de olho em nosso site para receber sempre atualizações em primeira mão. Fique por dentro e mantenha-se informado!

Marcela Mazetto
Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Deixe seu comentário

2 × cinco =