Bolsa Família: Novo valor será pago em Fevereiro. Confira o valor do reajuste!

O Ministério da Cidadania, comandado pelo ministro Onyx Lorenzoni, confirmou que o novo valor do Bolsa Família será pago a partir de fevereiro. Com o reajuste, a quantia distribuída por família passará a ser maior que R$200.  

A medida tem o intuito de conferir mais autonomia à população em situação de vulnerabilidade social. Em declaração, o ministro disse que pretende ampliar também o alcance do programa ao longo de 2021, agregando mais 300 mil famílias. Atualmente cerca de 14.283.213 pessoas são amparadas pelo benefício. 

A ampliação prevista para o programa este ano, porém, não será o bastante para garantir subsídio à população brasileira. De acordo com dados do próprio Ministério, a fila de espera para receber o benefício chega a quase 1 milhão de pessoas. 

Tratando-se daqueles que foram demitidos durante a pandemia, e que já haviam sido cadastrados, vão poder voltar a receber a ajuda de custo sem precisar retornar à fila. 

Além disso, o Ministério da Cidadania informou que tem a intenção de implementar um novo programa, junto ao Bolsa Família, ainda este mês, mas que estaria aguardando a aprovação do presidente da república, Jair Bolsonaro.   

Novo valor do Bolsa Família

O que muda? 

Até a implementação do reajuste, as pessoas inscritas no Bolsa Família estavam recebendo em média R$192. O critério que era usado até então definia em R$41 a quantia de repasse por cada membro da família, desde que se enquadre nos requisitos. 

Geralmente, são aceitas crianças e adolescentes com idade entre 0 e 15 anos, gestantes, mães que amamentam e pessoas com deficiência. Cada família pode receber até 5 benefícios, o que totaliza em R$205 ao mês. 

Ainda de acordo com o ministro Lorenzoni, nenhuma mudança expressiva está em pauta, a novidade consiste apenas no valor. Fora, isso o Bolsa Família deve seguir nos moldes que está. Também não estão previstas alterações em relação aos requisitos de participação no programa. 

Por onde o Bolsa Família deve ser pago? 

Desde o ano passado o Bolsa Família vem sendo depositado nas contas sociais do aplicativo Caixa Tem – mesmo meio por onde foi pago o Auxílio Emergencial do Governo Federal.  

O presidente da Caixa Econômica Federa, Pedro Guimarães, afirmou que o pagamento deve continuar migrando para o aplicativo, por onde 9 milhões de brasileiros devem receber o valor do Bolsa Família, de forma gradual, em 2021. 

O Caixa Tem pode ser baixado em qualquer celular smartphone. Depois de obter, o usuário pode fazer diversas transações financeiras, tais como cobrar, pagar, comprar em lojas físicas ou virtuais, transferir, cadastrar as chaves do Pix e outros. 

Pelo aplicativo, o cronograma de pagamento do Bolsa Família em 2021 deve obedecer ao critério de ordem numérica, levando em conta o último dígito de inscrição do NIS (Número de Identificação Social). 

Calendário de pagamentos 

Os beneficiários do programa com o NIS terminado em 0 e 9 receberam o pagamento do Bolsa Família no fim de 2020. E em janeiro deste ano foi a vez das pessoas correspondentes a 8, 7 e 6. Dessa forma, os próximos na lista são: 

  • 3 ,4 e 5 em Fevereiro de 2021. 
  • 1 e 2 em Março de 2021. 

Leia também: Auxílio Emergencial: Novos valores e um novo nome. O que o governo está projetando para 2021

Ludmila Catharina
Uma jornalista de 23 anos, nascida e criada no quadradinho. Encantada por literatura e todas as formas de comunicação. Atualmente, ocupo o papel de estudante, mais uma vez, fazendo especialização em comunicação organizacional e estratégias digitais.

Deixe seu comentário

dois × 5 =