Resultado FIES 2020: Veja como consultar o resultado. Entenda!

Se você está esperando o resultado do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), saiba que já é possível conferir sua pontuação na página do programa!

Além disso, o Ministério da Educação (MEC), divulgou mais uma notícia para os participantes: o prazo para que os pré-selecionados efetuem a complementação da inscrição, que seria entre 3 e 5 de Fevereiro, foi ampliado!

Vale saber que o novo período será oficializado através de edital pelo órgão.

Total de vagas pelo FIES

Para este ano, a oferta para o FIES é de 93 mil vagas.

Nesta edição, do primeiro semestre, foram ofertados 40 mil vagas para 24.844 cursos de graduação, em 1.461 instituições privadas de educação superior do Brasil.

Além disso, nesta edição, segundo o MEC, o sistema de inscrição registrou o total de 128.829 participantes inscritos.

Já fiz a inscrição do FIES. E agora?

É importante entender que depois da etapa de complementação da inscrição, o participante terá que realizar a validação das informações declaradas no ato da inscrição.

E atenção: o prazo para validação dos dados é de até cinco dias úteis após a data da complementação da inscrição, realizada na página do Fies.

Onde devo validar meus dados?

Segundo o MEC, a validação deve ser efetivada diretamente na instituição de ensino superior que o candidato foi aprovado.

No entanto, a documentação pode ser apresentada em formato digital, desde que a instituição ofereça essa opção de atendimento ao candidato.

Quem vai receber meus documentos na universidade?

Cada instituição de ensino superior tem uma Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), que é responsável pelo recebimento e análise da documentação exigida para a emissão do Documento de Regularização de Inscrição (DRI), que é muito importante para formalizar a contratação do financiamento.

Os candidatos precisam saber que após fazer a emissão do DRI, ele terá dez dias, contados a partir do terceiro dia útil subsequente ao da emissão do DRI, para entregar os documentos que foram exigidos para a contratação e validar as informações dele junto à agência da Caixa Econômica, indicada por ele no ato da complementação da inscrição.

Lista de espera

No entanto, se você foi pré-selecionado na chamada única do FIES, ainda terá a oportunidade de disputar as vagas através da lista de espera.

Todos os candidatos que não foram pré-selecionados na chamada única, automaticamente, serão incluídos nesta lista de espera.

Sobre o FIES

O FIES foi criado pelo governo federal, através do Ministério da Educação, em 2004, com o objetivo de ajudar os estudantes de baixa renda a pagarem as mensalidades de cursos presenciais em faculdades particulares.

Desde o início do programa, foram contemplados com o benefício, mais de dois milhões de estudantes.

Ele ocorre, geralmente, duas vezes por ano, sendo no início do primeiro semestre e no início do segundo semestre.

Quem pode participar do FIES?

Para participar, é necessário obedecer aos seguintes critérios:

– Apresentar desempenho de, pelo menos, 450 pontos na média das provas e nota acima de zero na redação de qualquer edição do Enem;

– Ter renda familiar bruta mensal de, no máximo, três salários mínimos por pessoa.

Vale saber que não podem participar do programa, os estudantes que:

– Estão com a matrícula trancada;

– Já foram beneficiados com o financiamento do FIES;

– Estiverem inadimplentes com o Programa de Crédito Educativo (PCE/ CREDUC);

– São beneficiários de bolsa integral do ProUni;

– São beneficiários de bolsa parcial do ProUni em outro curso que não seja o da inscrição do FIES.

Quais os cursos contemplados pelo FIES?

O FIES oferece financiamento para cursos presenciais que tenham nota maior ou igual a 3 no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES).

Você pode conferir a lista de cursos disponíveis e a distribuição de vagas durante o período de inscrição para o processo seletivo, já que elas mudam a cada edição.

E como funciona a seleção pelo FIES?

Ela é feita a partir da nota do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).

É muito importante saber que a concorrência se dá entre os candidatos que optaram pelo mesmo curso, faculdade, campus e turno das aulas.

Quanto maior for a sua nota no Enem, maiores são as chances de você conseguir uma vaga no FIES.

Como fazer a inscrição o FIES?

A inscrição é realizada pela internet, através do Sistema Informatizado do FIES.

Veja como se inscrever e o que você deve fazer se for selecionado:

– Inscrição no Sistema de Seleção do FIES: no primeiro acesso, o estudante deve informar CPF, data de nascimento, e-mail válido e cadastrar uma senha.

Depois disso, ele receberá uma mensagem no e-mail indicado para validar o cadastro.

Com esse cadastro, o candidato poderá acessar a página do FIES e preencher seus dados pessoais, curso e instituição que pretende disputar a vaga;

– Inscrição no SisFIES: se ele for pré-selecionado, deverá acessar o SisFIES, no prazo informado, e completar com os dados do financiamento que deseja contratar;

– Validação das informações: depois de preencher os dados no SisFIES, o estudante tem um prazo para se ir até a CPSA da instituição de ensino e apresentar os documentos necessários;

– Contratação do financiamento: após validar as informações da CPSA, o estudante e o fiador deverão comparecer a um agente financeiro do FIES, sendo Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal, para assinar o contrato do financiamento. Atente-se ao prazo!

Bruna Santos
Jornalista formada pela Universidade Braz Cubas (UBC), em Mogi das Cruzes, com experiência em mídias impressas e on-line.

Deixe seu comentário

17 + 9 =