Saque FGTS: Veja as formas disponíves para Saques sem precisar ser Demitido do trabalho

Todos os anos os trabalhadores brasileiros podem realizar o saque do FGTS, conhecido comumente como o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, que é um valor referente a um depósito mensal onde todos os contribuintes da CLT geralmente fazem por meio da empresa contratante.

Mas, há muita dúvida sobre como é possível fazer esse saque, quais são as condições exatas e muito mais. Veja abaixo quando é possível sacar o mesmo e fique por dentro, se mantendo informada.

Saque do FGTS: quais são as formas para saque?

Saque do FGTS: quais são as formas para saque?

O saque do FGTS costuma acontecer quando o trabalhador é demitido em condição sem justa causa, mas, é importante destacar que esta não é a única opção para realizar essa ação.

Muitas doenças graves ou aposentadoria, são alguns dos exemplos existentes, além de demais possibilidades das quais permitem com que se possa fazer o saque do valor integral.

Uma das chances existentes para o saque integral do benefício sem exatamente a demissão, é por meio da rescisão do contrato quando causado por uma força maior.

Neste caso, ele é gerado por uma catástrofe natural que pode atingir a empresa em questão ou a casa do trabalhador, seja deslizamento de barreiras, ressacas ou demais possibilidades.

Outra possibilidade é quando abordamos o trabalhador avulso, do qual autoriza que os trabalhadores que fazem serviços para demais empresas sem nenhum tipo de vínculo empregatício, possam fazer o saque do FGTS quando é feita a suspensão de um dos contratos, seja pelo período igual ou maior do que três meses.

A aposentadoria também é uma das possibilidades para que se possa fazer o saque integral. Mas, neste caso, ela é exclusiva para o grupo que é formado por quem possui idade de 79 anos ou mais. Neste caso, o saque precisa ser realizado diretamente pelo INSS.

Conforme já foi dito, doenças graves também são algumas das causadoras do saque integral, neste caso, há a possibilidade para pessoas que tenham câncer ou HIV, por exemplo, se estendendo também para os dependentes.

Quando falamos de casos de falecimento, o saque desse recurso também é autorizado para os dependentes do trabalhador que tenha ido a óbito, seja o cônjuge ou os filhos. Empregados domésticos também podem fazer a solicitação do saque em caso da morte do empregador.

Para aqueles que possuem mais de três anos de trabalho pelo regime do FGTS também é possível fazer o saque do valor integral para dar entrada na casa própria.

Para aquele profissional que está há mais de três anos sem assinar a carteira de trabalho, no caso o desempregado, também é possível solicitar o saque integral.

E por fim, os trabalhadores que estão contratados de forma temporária, como costuma acontecer em datas festivas no Brasil, onde as vendas têm aumento drástico, como é o caso do dia das mães ou Natal, é possível fazer o saque logo após a finalização do contrato.

Como fazer o saque por meio do app do FGTS?

Veja abaixo um passo a passo guiado para conseguir baixar o app e assim realizar o saque do FGTS:

  • Vá para a loja de aplicativos do seu celular, e faça a busca por “FGTS”. É interessante destacar que o aplicativo é gratuito tanto para Android e iOs;
  • Clique então em instalar e abra o aplicativo, sendo sempre a primeira opção;
  • Escolha então a opção “Cadastre-se”;
  • Faça o preenchimento de todos os dados solicitados, como o: CPF, nome completo, data de nascimento, e-mail e cadastre uma senha de acesso forte;
  • A senha precisa ser numérica com seis dígitos. Para aqueles que já usaram o aplicativo, é possível repetir o mesmo número de senha que já utilizava antes. Lembre-se de nunca compartilhar a senha do seu aplicativo com outras pessoas;
  • Depois de incluir todos os dados, clique no botão “Não sou um robô” para garantir a finalização do processo;
  • Espere até receber um e-mail de confirmação no endereço de e-mail que foi informado durante o cadastro;
  • Então, acesse e clique no link que foi enviado;
  • Faça a abertura do aplicativo e informe o CPF e senha previamente cadastrados;
  • Depois de fazer o Login, algumas perguntas adicionais sobre a sua vida vão aparecer, responda elas;
  • Depois disso, será necessário ler e aceitar as condições de uso do aplicativo, clique então em concordar. Agora você já poderá navegar tranquilamente pela plataforma.

Não perca tempo e faça o download o quanto antes do aplicativo.

Marcela Mazetto
Jornalista formada pela PUCPR viciada em música de todos os tipos, livros e séries. Mestre em curiosidades inúteis, está sempre procurando fugir da rotina.

Deixe seu comentário

um × dois =